11 / 06 / 2019

6 dicas para ajudar na recolocação profissional após a maternidade

Investir em novos cursos é apenas umas das estratégias para conseguir se recolocar no mercado de trabalho. Veja outras dicas efetivas!
por
http://www.empregos.com.br

A chegada de um filho é algo único e marcante. Mas, o que era para ser só alegria, pode se tornar um momento de preocupação e tensão. O motivo? Muitas mães precisam deixar o filho em casa e voltar para o mercado de trabalho em busca de um emprego ideal.

Esse momento gera certa apreensão, já que com essa nova realidade, fica complicado focar e se dedicar exclusivamente ao trabalho. No entanto, é possível tirar essa tarefa de letra!

Para isso, o primeiro passo consiste em procurar por um emprego que realmente atenda suas necessidades e, claro, as do seu pequeno. Mas não basta só isso!

Quer algumas dicas de como voar mais alto e conquistar aquela vaga que tanto almeja? Continue a leitura e veja como conseguir uma recolocação profissional!

1. Pense sobre o rumo da sua carreira

Esse é o momento apropriado para se questionar em relação ao rumo da sua carreira. Você quer continuar atuando na mesma área ou pretende alcançar novos objetivos? Não existe um certo ou errado aqui. O importante é você se sentir realizada — tanto profissional, quanto pessoalmente.

Lembre-se ainda de que com a maternidade surgem outras prioridades. Afinal, agora você tem alguém que depende de você. Verifique, nesse contexto, se vale a pena procurar por empregos mais flexíveis, que permitam mudanças de horários. Uma alternativa é o formato home office, que possibilita desempenhar o trabalho no próprio lar.

O salário é um aspecto que também merece atenção. Qual a remuneração mínima que você pretende receber? Não pare por aí! Veja se a empresa contempla um plano de carreira e proporciona a devida estabilidade financeira.

Tão importante quanto analisar questões práticas, é verificar a sua conexão com o trabalho. Ele desperta paixão em você? Todas essas questões devem ser levadas em consideração antes de partir, de fato, para a procura do emprego.

2. Invista em cursos

Atualizar o conhecimento também é essencial — tanto para as mamães que pretendem conquistar novos empregos, quanto para aqueles que querem se destacar no mercado. Habilidades extras vão colocar você na frente dos demais concorrentes, facilitando assim as chances de ser contratada. Por isso, não pense duas vezes para investir em cursos profissionalizantes, que vão aprimorar o seu conhecimento.

Nesse sentido, busque por opções que são compatíveis com a proposta de emprego que você tem em mente. Se o seu intuito é atuar como assistente administrativo, nada mais sábio, por exemplo, do que apostar em cursos que abordam técnicas de arquivo e organização de documentos.

Como você ficou um tempo afastada, é comum esquecer de alguns detalhes da profissão ou até mesmo ficar desatualizada em relação as novidades. Por isso, o investimento em cursos extras se mostra como uma excelente oportunidade, que vai abrir portas no mercado de trabalho. Além do mais, conhecimento nunca é demais, não é mesmo? Então, procure por palestras, cursos e demais eventos da sua área, combinado?

3. Organize suas finanças

Uma demissão após o fim da licença maternidade é capaz de desestabilizar a profissional emocionalmente e financeiramente. Por isso, é recomendado organizar bem as contas. O ideal é elaborar um planejamento financeiro racional. Esteja preparada para ficar um período maior do que o esperado sem emprego.

Ao colocar na ponta do lápis todos os gastos e montar um plano compatível com a sua realidade financeira atual, você corre menos risco de ficar desesperada por causa de dinheiro. Afinal, as contas nunca param.

Vale frisar que a administração sábia dos recursos vai proporcionar mais tranquilidade para lidar com essa fase. Nesse sentido, revise os seus gastos e elimine o que for considerado supérfluo. Até aquele cafezinho realizado fora de casa deve ser contabilizado, pois cada detalhe faz toda a diferença.

4. Seja proativa

O emprego dos sonhos não vai bater à sua porta e muito menos cair dos céus. É preciso arregaçar as mangas e correr atrás daquilo que você tanto almeja. Isso significa assumir uma postura mais proativa e ser protagonista da sua vida.

Não caia na armadilha de se fazer de vítima e achar que está sendo injustiçada. Por mais que isso possa ser verdadeiro, tal pensamento não vai trazer nenhum benefício. Pelo contrário: vai atrapalhar o alcance dos seus objetivos.

Agora é a hora de olhar para frente e analisar o lado bom das coisas. Tome as rédeas da sua vida e coloque em prática as ações necessárias para se recolocar no mercado. Tenha em mente que uma atitude positiva é valorizada pelos recrutadores, o que facilita o processo.

5. Atualize o currículo e as redes sociais

currículo é um dos primeiros contatos que a empresa tem com os possíveis colaboradores. Não à toa, é importante desenvolver um arquivo impecável. O primeiro passo é acrescentar no documento todas as competências que diferenciam você dos demais candidatos.

Além disso, capriche no layout do arquivo e tenha cuidado com os erros gramaticais. Afinal, esses fatores vão determinar se o RH vai finalizar a leitura e chamar para a entrevista ou simplesmente descartar o papel.

Não se esqueça também de atualizar as suas redes sociais, sobretudo, as focadas em relacionamentos profissionais, como é o caso do LinkedIn. Evite, nesse aspecto, postar fotos em situações constrangedoras. Ninguém da firma precisa saber, por exemplo, que você bebeu além da conta e deu vexame.

6. Cadastre-se em sites de vagas de emprego

A internet e a tecnologia é uma forte aliada para as mães que buscam recolocação profissional. Como isso é possível? Por meio de sites de vagas de empregos. O RH, atualmente, prefere realizar o processo de recrutamento de forma online.

Para não ter erro, dê preferência para cadastrar o currículo em sites conhecidos e que são realmente eficientes. O Empregos.com.br, por exemplo, é destaque na área. Ele ajuda tanto as empresas a recrutarem profissionais qualificados, quanto você a encontrar a vaga que tanto deseja.

Acredite: ao seguir essas dicas é questão de tempo até que você conquiste a tão sonhada recolocação profissional.

Quer conhecer melhor a proposta do Empregos.com.br? Entre em contato conosco! Será uma satisfação atendê-la!

Esta matéria ajudou você?

+ 32 pessoas ajudadas

Comentarios