06 / 06 / 2017

Estou saturado do trabalho em plena crise, o que faço?

Se a desmotivação está afetando a sua produtividade, é hora de rever 5 pontos da sua carreira
por
http://carreiras.empregos.com.br/

É natural ter dias ruins ou cansativos no trabalho, desde que eles não sejam constantes. Afinal, o emprego representa, para muitos profissionais, o local em que se gasta mais tempo e energia no dia a dia.

Estar infeliz com sua carreira pode estragar a sua rotina, e é quando isso acontece que se deve realizar uma auto-análise e compreender seus sentimentos e sua posição no mercado.

Ficar muito ansioso pela sexta-feira ou lamentar a chegada da segunda-feira, só falar sobre o trabalho mesmo em momentos de lazer e se sentir angustiado ao sair de casa para trabalhar são os sinais de que algo não vai bem.

Atualmente, pesquisas revelam que o número de brasileiros insatisfeitos com o trabalho é elevado. Mesmo assim, muitos permanecem em seus empregos com medo da recolocação profissional em plena crise econômica.

 

Leia também:
Carreira x crise
Motivação: maior dificuldade no trabalho

 

Porém, se sair do emprego parece prejudicial, deixar de agir e se impor uma rotina tóxica é, certamente, uma péssima ideia.

Nesses casos, o ideal é encarar esse momento assustador e avaliar todos os fatos. O site Empregos.com.br dá dicas sobre o que avaliar se você está de saco cheio do emprego:

1º Reavalie seus objetivos

O emprego que possui atualmente fortalece a sua carreira? Você consegue enxergá-lo como uma ponte para a realização de seus objetivos? Responder negativamente à estas perguntas pode indicar que você está acomodado.

Isso acontece quando você já se adaptou ao trabalho e não encara um desafio há tempos. Isso impede que você peça um bom aumento, como também inviabiliza a suas chances de promoção.

Se você está estagnado, é hora de buscar uma oportunidade que o faça evoluir na trajetória profissional. E você só descobrirá isso após refletir muito sobre si mesmo e suas metas profissionais.

2º Observe outras áreas de sua vida

O que muitos não sabem é que, às vezes, algo errado em qualquer outro aspecto da sua vida pode interferir em seu trabalho. Pode ser a sua alimentação, horas de sono, algum problema de saúde ou interferências emocionais.

Converse com a sua família, companheiro (a), passe mais tempos com os filhos e com os amigos. Certifique-se de que sua insatisfação tem mesmo a ver com o seu emprego antes de qualquer decisão.

3º Converse

Dialogue com os colegas de equipe e com o líder sobre o que está sentindo. Lembre-se de pontuar exatamente o que te incomoda antes de solicitar uma reunião. Por exemplo, se você não se dá bem com o chefe, vale a pena expor as atitudes que enfraquecem a equipe. Afinal, todos precisam de feedbacks para acertar, não é?

Se o chefe ou os colegas não agirem positivamente a esta sua atitude, significa que eles não têm inteligência emocional para absorver feedbacks e, nesse caso, pense: vale à pena insistir em um ambiente como este?

Talvez seja melhor apostar em uma empresa em que as pessoas sejam mais receptivas…

4º Esgote suas opções

Talvez você se dê bem com a equipe e com o chefe, mas não aguenta mais executar o mesmo trabalho. O problema de não gostar mais do seu trabalho, é a necessidade de descobrir se o problema está com o cargo ou com a área.

Portanto, antes de pensar em mudar de profissão, tente aprender coisas novas em sua área, ou mesmo mudar de cargo solicitando uma transferência em sua empresa. Se, ainda assim, nada mudar, não se apavore: aqui, você confere como realizar a transição de carreira mesmo na crise.

5º Inspire-se

Talvez você esteja passando por um bloqueio criativo e a situação melhore em algumas semanas. Se já não se sente incomodado com o emprego há muito tempo, busque formas de descontrair e, ao mesmo tempo, se motivar.

Neste link, você encontra 5 filmes da Netflix para impulsionar a sua carreira.

Lembre-se:

Toda crise é uma oportunidade de mudança positiva, pois elas nos forçam ao autoconhecimento e à reflexão. Se você quer avançar em sua carreira, cadastre-se no site Empregos.com.br e envie seu currículo!


Leia mais:
Está na hora de mudar de profissão? Faça o teste!
Este modelo de pensamento reverte as crises a seu favor

Esta matéria ajudou você?

+ 8 pessoas ajudadas
Topicos:

Comentarios