22 / 03 / 2016

Como mudar de carreira em tempos de instabilidade econômica

Entenda se vale a pena assumir o risco em um período de recessão no mercado de trabalho
por
http://carreiras.empregos.com.br/

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou em 15 de março, que o Brasil fechou 2015 com a média de 8,6 milhões de desempregados. O número representa um aumento de 27,4% em comparação ao ano de 2014.

Diante desse cenário, muitos trabalhadores têm se questionado se esse não seria o momento ideal para investir em outra profissão.

Essa decisão alternativa, nem sempre é fácil de ser tomada. Recomeçar, pode significar mais estudo e ter as primeiras experiências em uma área diferente. Com medo do inesperado, alguns profissionais se mantêm na zona de conforto, inseguros com o cenário econômico.

Como mudar de carreira em tempos de instabilidade econômica

Quem opta por ficar no mesmo ramo, também está arriscando uma posição que pode não trazer retorno. Se você sente que não consegue ser reconhecido no trabalho ou não encontra uma oportunidade na sua área, pode ser a hora de investir na mudança de carreira.

Estou desempregado, devo mudar de área?

Se você está desempregado, não deve desanimar – essa pode ser a chance de obter sucesso profissional em um novo segmento.

Conforme pesquisa feita pelo Pnad, do IBGE, o Brasil contava com 21,7 milhões de trabalhadores autônomos no primeiro trimestre de 2015, representando um acréscimo de 4% em relação ao mesmo período, no ano de 2014.

Esse aumento é um reflexo da economia atual, onde trabalhadores que não conseguem se recolocar no mercado, investem em seus próprios negócios. Lembre-se de que, para se destacar da concorrência, é preciso ter criatividade. Você pode se inspirar em algumas histórias para entender o cenário e ter uma ideia diferenciada.

Além disso, use a internet a seu favor. Há várias opções de cursos online, gratuitos ou pagos, que podem te ajudar a aprender mais sobre área que deseja investir. Essa é uma forma de se manter no mercado de trabalho e superar o cenário econômico desfavorável.

É o momento de me demitir para investir em outra profissão?

Em situações habituais, quem está infeliz no emprego não teria tanto receio em mudar de área. Porém, o retorno financeiro em curto prazo é uma das preocupações desses profissionais no momento econômico atual.

Primeiro, você precisa ter certeza de que sua insatisfação é com sua carreira e não com a empresa em que trabalha. Questione-se: você se sente bem executando suas funções? Fazer tudo o que faz, só que em uma empresa diferente, te daria mais prazer?

Antes de sair do emprego, o que devo fazer?

Mesmo que a resposta para a pergunta anterior seja negativa, você não deve jogar tudo para o alto de repente. Antes de pedir demissão, deve analisar a sua carreira até o momento e traçar uma estratégia para iniciar a nova etapa.

É preciso saber onde investir. A nova profissão deve ter peso para a mudança valer a pena, seja abrindo a própria empresa ou recomeçando em outra área de atuação.

Se pretende voltar a estudar em uma universidade, vale permanecer no emprego para bancar os custos com mensalidade e material. Permaneça até encontrar uma boa vaga de estágio – os primeiros passos para iniciar uma nova carreira.

Lembre-se: quanto mais você se preparar, mais rápido começará na nova profissão. Prepare os cartões de apresentação e vá a palestras e eventos relacionados ao segmento, para trabalhar o seu networking. Ser indicado por alguém é um jeito mais rápido de ser inserido no mercado, ainda mais quando se trata de alguém com a carreira em transição.

Esta matéria ajudou você?

+ 156 pessoas ajudadas

Comentarios