08 / 08 / 2016

Como ser produtivo durante o desemprego?

Saiba o que você pode fazer para encarar esse período de forma favorável ao seu desenvolvimento profissional
por
http://carreiras.empregos.com.br/

Enfrentar o desemprego não é tarefa fácil. O estresse na busca por uma recolocação e a incerteza sobre quando encontrará uma nova vaga só torna o momento ainda mais difícil. Na pressa, perde-se o equilíbrio e, com isso, boas oportunidades.

Em outras culturas, como a dos Estados Unidos, o desemprego é visto como um período de transição, e não como o momento de se desesperar. Seguindo passos certeiros em busca de uma recolocação, os americanos aproveitam essa fase para refletir sobre a carreira e colocá-la em dia.

Criar uma estratégia para enfrentar o desemprego não só faz com que você volte ao mercado profissional mais rápido, como também aprimora a sua carreira. Cursos e networking estão entre as tarefas que você deve incluir na sua rotina enquanto busca um novo emprego.

Confira as estratégias a serem tomadas para ficar menos tempo desempregado e fazer com que, apesar das dificuldades, este seja um período produtivo para a sua carreira:

1-Faça um cronograma
É fato que os primeiros dias após sair do emprego serão tristes. A autoestima está abalada e as contas ainda devem ser pagas. Por isso, não fique muito tempo de “luto” – quanto mais cedo você começar a buscar uma nova oportunidade, maior serão as suas chances de se recolocar rapidamente.

Uma boa saída é estabelecer regras similares a de um verdadeiro emprego, só que em casa. Assim como o dia a dia no trabalho, estabeleça horários para cada tarefa – seja a de procurar novas vagas, enviar currículos, checagem de e-mails, etc. Tenha hora para começar, como também a do fim do expediente.

2- Busque alternativas
Trabalhos temporários e freelancers (autônomo) são boas opções para esse momento. Além de conseguir renda para sobreviver no período do desemprego, contam como experiência e podem ir para o currículo.

Segundo especialistas em RH, uma parcela das vagas temporárias sempre é efetivada. Se você se dedicar e apresentar resultados, pode ser chamado para uma vaga fixa – ou ser indicado pelos superiores para outros departamentos ou empresas.

3- Crie um bom networking
Com a correria do cotidiano, muitos profissionais não se preocupam tanto com sua rede de contatos profissionais. O desemprego pode ser o momento certo de criar boas relações com pessoas que podem te indicar a novas oportunidades.

Faça isso de maneira discreta, seja pelas redes sociais ou entregando currículo em mãos de gerentes e supervisores, se apresentando formalmente e colocando-se à disposição.

4- Faça cursos na sua área
Na internet, há diversas plataformas que oferecem cursos gratuitos que podem ser feitos de casa, em qualquer hora do dia. Esses cursos enriquecem o currículo e te preparam para novos desafios. Em uma entrevista de emprego, mostrar domínio sobre sua profissão te destaca dos outros candidatos. Clique aqui para conferir alguns desses cursos gratuitos que ajudam em todas as profissões.

5- Tenha um blog
Não um blog pessoal, mas sim um que trate de assuntos profissionais do seu campo de atuação. Se trabalha na área da saúde, por exemplo, escrever notícias e dar dicas aos leitores a partir dos seus conhecimentos é uma forma de criar credibilidade e ser visto por possíveis empregadores enquanto navegam na internet.

 

Não desanime na busca por emprego! Clique aqui e se candidate às vagas abertas.

Esta matéria ajudou você?

+ 7 pessoas ajudadas

Comentarios