31 / 03 / 2017

Os 15 erros de português mais comuns no trabalho

Não deixe mais passar esses deslizes em seu cotidiano!
por
http://carreiras.empregos.com.br/

Erros de português comprometem a sua imagem profissional. Afinal, a comunicação é uma das competências mais valorizadas no ambiente de trabalho.

A habilidade é exigida, inclusive, desde o início dos processos seletivos. Mesmo o seu currículo e a forma como você fala na entrevista de emprego podem ser determinantes para a sua seleção.

Não por menos: um estudo feito pelo Project Management Institute Brasil (PMI), envolvendo 300 empresas nacionais e multinacionais, apontou que 76% dos projetos não dão certo porque os funcionários não sabem escrever nem falar bem.

Será que você está praticando algum deslize ao fazer uma apresentação ou escrever um relatório importante?

Veja abaixo os 15 erros de português mais cometidos no mundo corporativo (e como corrigi-los):

1: Mais informações x Maiores informações

O correto é: mais informações. A palavra “maior” deve ser usada para fazer comparações, como entre medidas.

 

Leia também:
Veja como evitar os erros de português mais comuns nos currículos
6 expressões viciosas em português que você nunca mais deve usar

 

2: Onde x Em que

Quando falar de lugar, use o “onde” – ele é um advérbio de lugar. Se quer substituir a expressão “na qual”, use “em que”.

3: Impresso x Imprimido

Depende da frase. Quando o verbo imprimir estiver acompanhado dos verbos ter e haver, use imprimido. Já para os verbos ser e estar, use impresso.

Ex: Os documentos devem ser impressos naquela máquina.”

4: Anexo x Anexa

Quando adjetivo, ou seja, o arquivo está anexo a alguma coisa, deve concordar com o substantivo.

Ex: As planilhas estão anexas ao relatório.”

Quando substantivo, ou seja, quando você quer dizer onde está alguma coisa, a palavra é invariável e você deve escrever “em anexo”.

Ex: As planilhas estão em anexo no e-mail.”

5: A prazo x À prazo

A crase só funciona antes de palavras femininas. Como prazo é uma palavra masculina, não há crase. O mesmo acontece nas expressões “a bordo”, “a pé”.

6: Responder ao x Responder a

Para responder um e-mail, você deve responder a + alguém. Essa junção entre os dois “as” requer crase quando a palavra é feminina.

Quando a palavra é masculina e existe essa junção de dois “as”, diga ou escreva “ao”.

7: Cessão x Seção x Sessão

Cessão é o mesmo que ceder. Quando se referir a seção de departamento, use o “ç”. Se você vai assistir a uma reunião, use sessão – que é a mesma “sessão” quando você assiste a um filme ou espetáculo.

8: Mas x Mais

Um dos principais erros da língua portuguesa. Use “mas” quando quiser contrariar o que já foi dito. Como se trata de uma conjunção adversativa, tem a mesma função do “porém”.

“Mais” é um advérbio de intensidade, portanto, use-o da mesma forma que usa “menos”.

9: Em mão x Em mãos

Nesse caso, as duas formas estão corretas. Antes, apenas a expressão “em mão” era aceita. Atualmente, vários dicionários da língua portuguesa também aceitam “em mãos”, que é mais utilizada na fala.

10: Segmento x Seguimento

As palavras tem sentidos diferentes. Quando se referir a seção, parte de algo, use “segmento”. A palavra “seguimento” está relacionada ao ato de seguir.

11: Ao meu ver x A meu ver

Outro caso em que as duas formas estão corretas. Como outras expressões que usam o artigo de modo facultativo antes de pronomes possessivos, a expressão “ao meu ver” não é vista como incorreta.

12: Em vez de x Ao invés de

Depende do que você se refere. Se estiver se referindo a substituição de algo, use “em vez de”.

Ex: Em vez de ir ao trabalho de carro, fui de ônibus.”

A expressão “ao invés de” deve ser usada quando você se referir a oposição de algo. É o mesmo que a expressão “ao contrário de”

Ex: Ao invés de falar ao telefone, envie-lhe um e-mail.”

Perceba que a expressão “em vez de” pode ser usada em frases cuja ideia também é a de oposição. Mas o contrário não acontece. “Ao invés de” sempre será uma expressão que significa o inverso de algo.

13: Por ora x Por hora

Se estiver se referindo a hora = tempo, use o “h”. No entanto, se deseja substituir o sentido de “por enquanto”, use “por ora”.

Ex: Não faz sentido mudarmos de estratégia por ora.”

14: É suficiente x São suficientes

Sempre use a expressão no singular: “é suficiente”. O verbo ser é invariável para indicar preços, medidas, pesos ou qualquer quantidade.

Ex: Vinte reais é suficiente para almoçar naquele restaurante.”

15: Meio-dia e meia x Meio-dia e meio

Como está se referindo a meio-dia + meia hora (trinta minutos), use “meia”.


 

Leia mais:
O erro de português que você deve parar de estar cometendo
5 expressões que devem ser evitadas para aumentar seu poder e influência

Esta matéria ajudou você?

+ 965 pessoas ajudadas

Comentarios