02 / 01 / 2017

Como transformar os erros de 2016 em acertos para 2017

Quer começar 2017 com o pé direito? Essa é a sua chance de aprender com as falhas do último ano e dar a volta por cima!
por
http://empregos.com.br

O final de um ano e o início de outro é época de celebrações, trocas de presentes e comidas deliciosas. Mas também é período de reflexão e planejamento!

O que foi bom no ano que se encerra? O que poderia ter feito diferente? Quais resultados poderia ter alcançado e não conseguiu? O que realizar no próximo ano?

O primeiro passo é colocar-se em uma posição de reflexão, sem estabelecer culpas ou culpados, sem se vitimar, sem desculpas. Conscientizar-se e se ater somente aos fatos, nada mais!

O segundo passo é relacionar tudo o que aconteceu em 2016 que não alcançou um bom resultado ou aquele esperado. Escrever uma lista mesmo, com todas as situações.

Depois, para cada uma delas, procure identificar qual comportamento seu impactou negativamente o resultado, ou seja, o que você fez (ou deixou de fazer) para que não tivesse alcançado o final desejado.

Algumas vezes, tudo está nos devidos lugares para dar certo, mas aí nós agimos de maneira errada e colocamos tudo a perder. Nosso comportamento é fundamental nos resultados que conseguimos!

Em seguida, procure perceber quais atitudes deveria ter adotado para alcançar resultados melhores. É um exercício de reflexão mesmo! Algo como:

Se naquela situação que agi de certa maneira, tivesse agido de outra…”

Ou:

Se eu tivesse adotado um comportamento diferente, teria alterado o resultado para melhor?”

Um aspecto muito importante dessa análise sobre o passado é avaliar se eventuais metas ou resultados desejados para 2016 não foram demasiadamente difíceis, ou seja, ao estabelecer em um nível tão, mas tão alto, tornaram-se impossíveis de se alcançar.

Ou, ainda, se o resultado não dependia de você somente. Esta reflexão é válida porque somente devemos nos cobrar daquilo que realmente podemos realizar, e cujos resultados tenhamos plena ingerência.

Agora, para 2017, é um ótimo período para planejar o que fazer, quais metas alcançar e quais resultados deseja auferir.

Como na clássica história da Disney, Alice no País das Maravilhas, quando a pequena menina está perdida, encontra-se com o Senhor Gato e deseja saber o caminho que deve seguir, o sábio felino indaga a ela: “Para onde deseja ir?”. Ela responde que não sabe. Daí ele conclui: “Se você não sabe aonde deseja ir, qualquer caminho serve!”.

Assim é em nossa vida e uma bela lição para nossos planos. O primeiro passo é saber para onde deseja ir, o que deseja alcançar.

 

Logo em seguida, procure entender por que cada meta ou plano é importante. Simplesmente pergunte-se e reflita “Por que isso é importante para mim?”, “É uma questão de satisfação financeira, pessoal ou profissional?”.

Então, na medida em que identificar o que deseja para o próximo ano, para cada meta desejada, estabeleça um prazo para conclusão.

Irá auxiliar muito se, para cada meta estabelecida, você definir aspectos importantes para que cada uma seja atingida.

Por exemplo, se deseja fazer uma viagem em 2017, tenha em mente que algumas etapas talvez sejam necessárias: estabelecer o destino, planejar a viagem, orçar os gastos necessários, fazer oi pagamento parcelado, tirar passaporte e obter visto (no caso de algumas viagens internacionais), entre outros.

Também será útil elencar os aspectos que podem dar errado em seus planos e, com um plano de contingência, procurar antecipar-se aos possíveis obstáculos que porventura aconteçam. O importante é não desistir dos planos que sejam importantes para você!

O mesmo exemplo acima pode ser aplicado a fazer um curso, comprar um produto, casar ou qualquer outro objetivo.

As palavras de ordem são refletir e planejar. Sabendo para onde se quer ir e traçando um plano de viagem bem planejado, a chance de chegar aonde se deseja é muito grande!

Sucesso e prosperidade em 2017!

colunista alexandre prado

Esta matéria ajudou você?

+ 5 pessoas ajudadas

Comentarios