Entrevista – Rosely Boschini

sócia e vice-presidente da Editora Gente
por
http://www.empregos.com.br

por Renata Marucci

Formada em arquitetura, Rosely Boschini atuou na área durante 10 anos e foi convidada para trabalhar na área administrativa da Editora Gente. Como era “rata” de livraria desde a infância, não resistiu à tentação dos livros e acabou mudando de área dentro da empresa. Fez cursos, começou a ler cada dia mais em busca de especialização, e hoje leva cerca de 10 manuscritos para ler em casa a cada fim-de-semana. Ela faz isso pelo trabalho sim, mas faz, principalmente, porque tem prazer pelo que faz.

Empregos.com.br – Como uma pessoa deve proceder para ter seu livro editado?
Rosely Boschini – Bem, há duas formas de nós, editores, publicarmos obras de autores ainda desconhecidos. Os escritores podem mandar seus textos, acompanhados por uma simpática carta ao editor (cujo nome quase sempre está relacionado nos livros). Nesta carta é interessante fazer uma breve apresentação da pessoa e um resumo da obra. Isso facilita e pode ajudar a cativar o editor na hora de começar a ler o livro. Outra forma de ter o livro editado é marcar uma reunião com um editor e tentar vender a idéia.

Empregos.com.br – Mas o que um editor procura em uma obra? O que o atrai na hora de selecionar um livro para editar?
Rosely Boschini – Acima de tudo, o editor procura o ineditismo. Muitas vezes, preferimos apostar em idéias do que em trabalhos prontos, pois assim podemos discutir melhor a idéia e palpitar mais durante o processo de produção da obra.

Empregos.com.br – E qual é o processo de produção de um livro? Quais são as etapas até ele chegar às livrarias?
Rosely Boschini – Depois de aprovada a idéia e das muitas alterações feitas no texto inicial, trabalha-se na parte gráfica. A apresentação de um livro é uma das etapas mais importantes, já que o visual pode ganhar um leitor. Depois do projeto gráfico interno e da capa desenvolvidos e aprovados, manda-se para o fotolito e em seguida para impressão. O livro está pronto, mas o nosso trabalho não está terminado. Com o livro em mãos, vem a etapa chave: a divulgação. O marketing de divulgação quase sempre é focado no autor. O autor tem que estar preparado para falar com a mídia. Mas o sucesso de um livro ainda está na propaganda “boca-a-boca”.

Empregos.com.br – E como anda a concorrência no mercado editorial? Você tem idéia de quantos livros são editados no Brasil? Quais dicas você daria para quem está entrando no mercado driblar a concorrência e ter seu livro editado?
Rosely Boschini – A concorrência é muito grande. A disputa já é grande entre as editoras. São cerca de quatro mil editoras registradas na Câmara Brasileira do Livro para cerca de 1,2 mil livrarias. Entre os títulos, a concorrência é gigantesca. Nós temos cerca de 12 mil lançamentos por ano no Brasil. Aqui na Editora Gente, lançamos, em média, 80 títulos por ano, sendo que recebemos cerca de 130 manuscritos por mês. Muita gente acaba ficando de fora. Quem quer ter seu livro editado com sucesso tem que apostar em idéias, em aspectos novos, inusitados. O ineditismo é o segredo. Depois disso, entra o trabalho da editora.

Empregos.com.br – O que é preciso para ser um bom escritor?
Rosely Boschini – Gostar de ler e escrever, ser uma pessoa atraente, persuasiva, demonstrar profundidade na obra, ter domínio sobre o que fala. O tempero também conta muito. Na minha opinião ele pode ser o a indignação e o pensamento de que tudo pode ser melhor. Esses ingredientes tornam o autor uma pessoa interessante e, por conseqüência, atraem as pessoas para as suas obras.

Empregos.com.br – O mercado editorial vai muito além de um escritor. Quais características são fundamentais para uma pessoa trabalhar nessa área e ser bem sucedida, sendo um editor, administrador…?
Rosely Boschini – Em primeiro lugar tem que gostar de ler, gostar de livros. Fora isso, a pessoa tem que ser inquieta e ir atrás da informação. Aliás, acho que essa é uma dica para todas as profissões e para todas as áreas. A pessoa tem que ir em busca de cursos que informem, mas também tem que fazer outros, voltados para a formação do caráter, para o crescimento e desenvolvimento pessoal.
Leia mais:

Para quem quer trabalhar no mercado editorial
Ler para viver

Esta matéria ajudou você?

+ 2 pessoas ajudadas

Comentarios