25 / 04 / 2017

Como a demissão pode ser o começo da sua carreira

“A demissão pode não ser um fim, mas o início de uma nova jornada”
por
http://empregos.com.br

Sabe aquele ditado que diz “há males que vem para bem”? Pois é, por vezes estamos seguindo em nosso caminho profissional, tranquilos, confortáveis e acomodados e somos impactados por uma novidade daquelas: a demissão não esperada! E agora, o que fazer?

Eu costumo dizer que o principal e primeiro passo, diante de circunstância como essa, é manter o equilíbrio emocional, porque pânico e descontrole não levará a nenhum bom lugar, nem ajudará a resolver o problema!

Agora, com a calma mantida, o próximo passo é entender o cenário profissional atual, o estado financeiro existente e perceber o que pode e deve ser feito.

Tenho a crença que, em uma adversidade, encontra-se uma oportunidade. Assim, mais do que ficar pensando na demissão em si, por que não aproveitar este momento e repensar sua carreira e desenhar um novo cenário daqui para frente?

Já pensou que muitas vezes a carreira que seguimos até aqui foi fruto de influências de nossos pais, parentes ou decisões sem maturidade? Então, talvez, esta seja a oportunidade de rever daqui em diante. A demissão pode não ser um fim, mas o início de uma nova jornada.

demissão: esse é o momento de refletir e dar aquela guinada na carreira

Vou descrever uma breve sequência lógica que será útil na identificação do seu momento e no estabelecimento de um plano para a carreira no futuro.

Passo 1 – Esclareça os objetivos e motivações pessoais: Isso determinará o foco do planejamento.

?  Você busca satisfação pessoal, financeira, cargos ou tudo isso?
?  Por que isso é importante para você?

Passo 2 – Histórico profissional

?  Faça uma análise dos aspectos positivos e negativos de sua trajetória profissional.
?  Considere aspectos simples e complexos do que te agradava ou não nas empresas anteriores.

Passo 3 – Foque no positivo

?  Tendo relacionado tudo o que você gostou em sua trajetória profissional, identifique se há um modelo desejado: uma área ou uma empresa congruente com o que busca. Se não souber a área ou empresa, tudo bem, basta identificar um modelo, um ideal que contemple aquilo que você julga importante.

Passo 4 – Prepare o Plano de Ação e Cronograma

?  Uma vez identificado o modelo ideal, chega a hora de criar um Plano de Ação. Ele deve ser segregado em “até um ano”, “até cinco anos” e “até dez anos”. Três colunas mesmo!
?  O que você quer ter atingido no final do primeiro ano? E do quinto ano? E do décimo ano?
?  Identifique cada passo, um passo-a-passo, com detalhes e evidências de atingimento (quatro ou cinco para cada período).
?  Tenha em mente o que e quando cada passo deverá ser cumprido: mês e ano (XX/YY).

Passo 5 – O que mais pode contribuir para o sucesso

?  Pense em quem pode contribuir com seus projetos.
?  Questione-se sobre outros recursos podem ser necessários.
?  Reflita sobre possíveis obstáculos e crie planos de contingências que te permitam continuar no plano, apesar dos impedimentos.
?  Estabeleça prêmios para determinadas etapas cumpridas. Pode ser algo simples como um chocolate quando tiver atingido uma meta. O que importa é a simbologia e o bem-estar emocional de ter realizado algo. Servirá de grande motivador a você!

Depois do plano desenvolvido, persevere em manter-se nele. Possivelmente haverá momentos em que desejará desistir e outras adversidades. Persevere! Insista! É a sua vida! E agora, integralmente com as rédeas em suas mãos.

Um sábio brasileiro disse certa vez “ninguém pode voltar atrás e fazer um novo começo. Mas qualquer um pode recomeçar e fazer um novo fim”.

Então, crie seu novo fim e que seja feliz e próspero!

colunista alexandre prado

Esta matéria ajudou você?

+ 51 pessoas ajudadas

Comentarios