Trabalho sem carteira assinada? Pode pôr no currículo!

A referência, nesse caso, é o que valida a experiência profissional no currículo. Saiba como acrescentá-la
por
http://www.empregos.com.br

Como já esclarecido nesta matéria, a especialista afirma que emprego sem registro vale como experiência. Mas a dúvida que circula entre a maioria dos trabalhadores nessa situação é: como relatar essa experiência no currículo?

O que muitos não sabem é que, independente do vínculo empregatício, o que importa para os recrutadores são os seus conhecimentos técnicos e habilidades desenvolvidas em suas experiências anteriores.

Portanto, assim como você não informa o modo de contratação em seu currículo quando já trabalhou em regime CLT, também não deve informar quando uma das experiências não teve registro.

Ou seja, você vai acrescentar essa experiência profissional da mesma maneira que qualquer outra. A única (e importante) diferença são as referências profissionais.

A melhor forma de mostrar que alguém pode comprovar a sua competência é deixar o contato do ex-empregador no currículo.

 

Leia também:
O que os recrutadores mais olham no currículo?
Palavras-chave que você precisa colocar no currículo agora

 

Após redigir o nome do local em que trabalhou e as datas de entrada e saída, acrescente o nome do antigo chefe e informe e-mail ou número de telefone dele – o que ele preferir.

Não se esqueça de alertá-lo de que está buscando uma nova oportunidade e que é possível que alguém entre em contato com ele. Afinal, é antiético fornecer dados pessoais, ainda que apenas o e-mail ou telefone comercial, sem a autorização de seu titular.

Evitar essa informação no currículo faz com o recrutador não te descarte de primeira.

Durante a entrevista de emprego, caso seja questionado, explique que acrescentou a referência por não ter carteira assinada, mas que isso não representa um problema, pois sempre atuou com profissionalismo, competência e integridade em seu antigo trabalho – que podem ser comprovadas ao entrar em contato com a referência apresentada.

Abaixo, veja um exemplo:

 

Nome da Empresa em que Trabalhou
Início: 08/2013 – Término: 02/2017
Referência profissional: Alexandre Maia – (gerente de vendas)
Tel.: (XX) XXXX-XXXX
Responsabilidades:
Aqui, escreva uma breve descrição de suas competências profissionais.

 

Bem mais simples do que parece, não é mesmo?

Não se esqueça de caprichar na descrição de suas responsabilidades, a fim de mostrar que essa experiência contribuiu bastante para seus conhecimentos e a sua carreira.

Também fortaleça o currículo com cursos complementares e um bom resumo do currículo, que você confere como escrever clicando aqui.

Independente do quanto você considera negativo não ter tido registro, ou mesmo que tenha tido problemas no lugar em que trabalhou, nunca fale mal do ex-empregador.

Restou alguma dúvida? Deixe seu comentário 🙂


Leia mais:
Veja como montar um currículo bem estruturado
Recolocação Profissional: Candidatura Eficaz

Esta matéria ajudou você?

+ 120 pessoas ajudadas

Comentarios