29 / 03 / 2008

Quem não tem medo de mudanças?

por
http://www.empregos.com.br

por Leila Navarro*

Ao longo de nossas vidas sempre passamos por mudanças. Quem não mudou de colégio, casa ou emprego e teve que recomeçar a fazer novas amizades e contatos? Garanto que não foi algo fácil! No mínimo deu um friozinho na barriga em imaginar como seriam esses novos lugares e pessoas que passariam a fazer parte do dia-a-dia, e, principalmente, se daria para se acostumar ou ser bem-sucedido frente às novas situações.

Hoje, vivemos uma mudança ainda mais drástica com nosso presente profissional, sem poder perder de vista o futuro que nos causa cada vez mais apreensão e insegurança. Afinal, é possível manter-se calmo diante de tantas transformações que não sabemos como continuarão?

Como um empreendedor se comporta diante das mudanças? Ah, ele é o primeiro a querer mudanças, é o primeiro a agir! Ele sabe que a ação é a solução para qualquer empecilho. O empreendedor sabe que a diferença entre aquele que é ou não bem-sucedido está entre quem quer realizar algo e quem, efetivamente, realiza! E para realizar a mudança não pode impedi-lo de agir, pelo contrário, deve servir como estímulo.

Ser empreendedor é agir. É ter motivação, ou seja, motivos para a ação. O fundamental é realizar, é ter a coragem de mudar e inovar sempre, buscando a concretização de seus objetivos. O medo não paralisa, ele move o empreendedor a encarar e vencer desafios.

Sempre repito que qualquer pessoal pode aprender a ser empreendedor, basta ter disciplina, coragem, iniciativa e querer! Então, se você quer ser e agir como um empreendedor, mas vê nos processos de mudança um grande entrave, perca o medo, imagine a sensação deliciosa de enfrentar e vencer um obstáculo!

Dica: “Ninguém muda da noite para o dia” é um clichê, mas é sábio. Comece estabelecendo pequenos desafios a você mesmo, para criar esse hábito, mude seu comportamento. Vá se educando a estar aberto à mudanças e a ter a iniciativa de enfrentá-las. Que tal começar com pequenas mudanças diárias?

Saia da rotina: use roupas com cores ou modelos que você não costuma usar; mude o caminho que utiliza para ir e voltar do trabalho; mude o supermercado em que costuma realizar suas compras; freqüente outros bairros; não limite seus interesses e oportunidades; mude sua rotina no trabalho, nem que seja para colocar aqueles objetos que sempre ficam na mesma posição há anos, em outro lugar completamente inusitado.

Experimente essa nova sensação e aos poucos instaure no seu processo de trabalho e no seu relacionamento interpessoal as pequenas mudanças que ao se tornarem um hábito trarão maior segurança e iniciativa diante de grandes desafios.

* Leila Navarro é colunista do Empregos.com.br, conferencista internacional e autora dos livros “Talento para ser feliz” e “Obrigado, equipe” (Ed. Gente).

Esta matéria ajudou você?

Topicos:

Comentarios