“Perguntas na entrevista de emprego” – Como você se relaciona com as pessoas que te irritam?

No trabalho, é comum ter colegas com quem você possui mais afinidade. E o contrário também é verdade. Saiba como falar das suas inimizades corretamente
por
http://www.empregos.com.br

Pode soar como uma pergunta comum nos perfis de redes sociais, mas “como você se relaciona com as pessoas que te irritam?” é natural em entrevistas de emprego, mais do que se imagina.

Os recrutadores não avaliam somente as suas qualificações acadêmicas e as suas experiências profissionais. Eles também estão de olho em seu perfil pessoal, e como será o seu comportamento caso seja contratado e trabalhe na empresa.

Eles precisam se assegurar de que você não será um funcionário difícil de lidar, principalmente entre os integrantes da equipe.

Esteja preparado para esta pergunta, pois deixar para pensar em uma resposta no último momento pode comprometer todo o seu diálogo com o recrutador, e desqualificar você da vaga pretendida.

SEJA HONESTO SOBRE O QUE O INCOMODA

Todos têm algo pelo que se irritam no trabalho, principalmente quando há alguém com perfil comportamental muito diferente do seu. Dizer ao entrevistador que você não se desgasta com nada, pode soar como uma mentira.

A melhor forma de responder a essa questão, é descrever uma experiência anterior que explique o perfil que o incomoda. Em seguida, acrescente quais são as suas características positivas capazes de contornar a situação.

Por exemplo, se existiu um projeto em que outro funcionário recebeu o crédito por seu trabalho, vale a pena contar essa experiência. Diga que gosta de ser reconhecido pelos resultados positivos, e explique como resolveu a questão – sempre demonstrando respeito e paciência ao tratar do assunto com o colega.

MOSTRE QUE SEU INCÔMODO NÃO É GRAVE

Apesar dos contratempos que os diferentes perfis comportamentais podem causar no ambiente de trabalho, explique ao recrutador que você considera esse processo um fator natural em todas as empresas, e que sua meta é sempre contornar as divergências da melhor forma possível, chegando a um consenso para que nenhum trabalhador seja prejudicado.

Esta matéria ajudou você?

+ 126 pessoas ajudadas

Comentarios