Perguntas na entrevista: como explicar a saída do último emprego?

Veja como se sair bem de uma das perguntas mais frequentes (e determinantes) dos processos seletivos
por
http://www.empregos.com.br

“Por que você saiu do último emprego?” ou “Por que quer se desligar da empresa em que está trabalhando?” são algumas das perguntas mais recorrentes na entrevista de emprego – e, também, as mais difíceis de responder.

Não é preciso ter medo dessas questões, afinal, a demissão faz parte da carreira de qualquer profissional. Mas é bom ter mais cuidado com as respostas. Dizer que seu desligamento foi causado por brigas internas ou por frequentes erros em suas atividades, pode diminuir as suas chances de ser contratado.

O importante é deixar claro para o recrutador que você aprendeu com as experiências passadas e demonstrar o seu potencial para se dar bem na vaga ofertada, apesar da demissão.

 

Leia também > Perguntas na entrevista de emprego: 29 questões que você precisa saber responder

 

COMO FAZER ISSO?
Se você foi demitido sem justa causa, por exemplo por cortes de pessoal, fica mais fácil explicar ao empregador o motivo da sua demissão.

A sinceridade é imprescindível na hora de responder, mas é preciso medir a dose: nunca fale mal da empresa ou de como os seus gestores administraram mal as equipes e como tiveram que recorrer à demissão dos funcionários – por mais que isso seja verdade.

Em vez disso, diga que se sentia desconfortável no ambiente de trabalho, pois a equipe não tinha uma boa comunicação ou que procedimentos internos dificultavam a execução das suas atividades, que não havia espaço para desenvolver suas competências profissionais.

O segredo é não dizer cada fato que levou à demissão, mas sim o contexto da situação.

 

-Perguntas de entrevista de emprego - Como explicar a sada do ltimo emprego

 

DEMISSÃO POR JUSTA CAUSA
Nesse caso, é melhor explicar a situação no momento da entrevista do que mentir e ser descoberto mais tarde, principalmente quando o recrutador buscar por referências nas últimas empresas em que você trabalhou.

Quando você fica na defensiva, o recrutador logo percebe que você não refletiu nem aprendeu com o que aconteceu. Ele pode pensar que você irá cometer os mesmos erros naquela função, evitando sua contratação.

Se você assumir a responsabilidade pelos seus atos, mostrará que identificou o problema e está pronto para fazer diferente do que fez no último emprego.

Seja breve e objetivo, diga por qual motivo foi demitido. Se foi no período de experiência, os melhores caminhos de respostas são: um projeto não gerou os resultados de mercado esperados e foi interrompido; a incompatibilidade com o perfil da empresa, o departamento ou o gestor – foram os motivos que o impediam de desempenhar com integral habilidade as suas tarefas do dia a dia.

Percebe como essas expressões são bem diferentes do que falar, apenas, que a empresa não gostou de você, que o projeto que você trabalhava não deu certo, ou que os chefes eram rígidos e injustos?

 

SE VOCÊ PEDIU AS CONTAS
Se o motivo da sua saída foram problemas de relacionamento, valem as regras anteriores. Se você saiu ou quer sair por não desejar mais trabalhar na empresa e está em busca de algo melhor, isso jamais será malvisto pelos empregadores, basta usar as palavras certas para justificar esse desejo.

Diga que a falta de perspectiva de crescimento o incomodava, que está em busca de novos desafios e aprimoramento profissional e aproveite para falar como a vaga que está concorrendo contribui para esse momento da sua carreira.

 

COMO ENCERRAR
Por fim, explique que, apesar de tudo que possa ter acontecido, é muito grato ao que aprendeu em sua última experiência, à empresa e aos seus ex-gestores pelas oportunidades e pelo aprendizado.

Lembre-se de que os recrutadores não vão deixar de te contratar porque foi demitido ou pediu demissão. Um bom currículo e uma postura profissional adequada no dia da entrevista de emprego contam tanto quanto as respostas na ponta da língua.

 

Agora que você está mais preparado para ser entrevistado, CADASTRE O SEU CURRÍCULO AQUI.

Esta matéria ajudou você?

+ 284 pessoas ajudadas

Comentarios