15 / 02 / 2008

Páscoa feita em casa!

A procura por chocolates caseiros vem crescendo mais e mais a cada ano.
por
http://www.empregos.com.br

por Daniele Aronque

A procura por chocolates caseiros vem crescendo mais e mais a cada ano. Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Balas e Derivados, em 2000 foram consumidas 360 mil toneladas de chocolate – o interessante é que os chocolates, ovos e cestas produzidos artesanalmente ocuparam cerca de 30% desse volume de vendas!

Nos últimos anos o Coelhinho da Páscoa tem mesmo virado o Papai Noel de muita gente! Produzir produtos para a Páscoa em casa está se tornando uma profissão e uma opção bastante rentável, principalmente para as donas de casa e pessoas aposentadas.

A dona de casa Vilma Luvizotto é um bom exemplo. Resolveu começar a trabalhar com chocolates há 15 anos, pois os filhos haviam crescido e queria uma atividade diferenciada. “Sempre achei o chocolate um presente fino e de bom gosto e acho que foi por isso que resolvi trabalhar com esse tipo de culinária…me identificava bastante!”, explica Vilma.

Segundo ela, tudo começou como um passatempo e que depois foi tomando forma de pequena empresa. “No começo só ganhava o suficiente para comprar algumas coisas para mim, agora a produção de chocolate é responsável por 50% da renda da família”, diz.

Para se ter uma idéia, na época de Natal e Páscoa, Vilma trabalha entre 18 e 20 horas por dia, sempre com a ajuda do marido (que hoje é aposentado) e da irmã, que fica encarregada dos pacotes e enfeites!

No ano passado, Vilma produziu mais de 190kg de chocolate. Sua previsão para a Páscoa de 2001 é alcançar os 200 kg , entre ovos, cestas e trufas, mesmo com o aumento médio de 20% no preço do produto.

“Adoro trabalhar com chocolate e isso é fundamental em qualquer negócio. Por isso não adianta entrar nesse ramo só porque é o momento de vender chocolate, pois exige muita dedicação e cuidado”, finaliza Vilma.

Para quem pretende começar nesse negócio, Vilma dá algumas dicas básicas:

  • se está começando agora, faça um curso que dê noções básicas. Procure aquele que se encaixa mais em sua necessidades
  • o chocolate é inimigo do calor e da água. Só comece a produzir seus ovos quando tiver terminado de fazer todas as outras atividades da cozinha. À noite, quando todos já foram dormir, é o melhor horário para trabalhar
  • o chocolate também é muito sensível a odores. Por isso nada de cigarro ou cheiro de gordura no ambiente
  • esse é um dos motivos de ter uma geladeira reservada só para os ovos (ou ter o cuidado de não colocar nada que tenha cheiro muito forte perto deles)
  • higiene é fundamental e indiscutível – tome cuidado com formigas (que adoram estar por perto) e também com inseticidas (o cheiro pode pegar no chocolate)

Leia mais:
O doce mercado da Páscoa

Vilma Luvizotto: 4221-4978 / 4224-5810

Esta matéria ajudou você?

+ 1 pessoa ajudada

Comentarios