Empresas deixam currículo em segundo plano e avaliam valores do candidato

Competências pessoais podem ser a chave para a sua contratação. Entenda!
por
http://www.empregos.com.br

Um currículo bem preenchido já não é mais crucial para quem procura emprego. Empresas brasileiras, têm aderido a um estilo de processo seletivo que prioriza a compatibilidade com a cultura da companhia em vez da experiência técnica.

Isso pode ser avaliado através de um questionário sobre a vida pessoal do candidato, que deve preencher e enviar aos recrutadores antes mesmo da entrevista presencial ou das dinâmicas de grupo. Quem tem o perfil comportamental ligado à inovação, facilidade para trabalhar em equipe e flexibilidade ganha pontos na seleção para a próxima etapa.

Empresas deixam currculo em segundo plano e avaliam valores do candidato

A ideia é que, ao inverter o processo tradicional e avaliar primeiro a personalidade dos candidatos, seja possível reduzir o número de documentos que precisam avaliar e a quantidade de entrevistas que precisam fazer. Assim, questões mais relevantes para a companhia do que os conhecimentos técnicos são avaliados logo no início. Para os que têm pouca experiência na área, é oferecido um treinamento após a contratação.

Como se sair bem quando o currículo não é a prioridade do recrutador?

1- Pesquisa
Descubra quais são os valores mais prezados pela empresa, como trabalho em equipe ou capacidade de liderança, e pense em formas de mostrar como suas conquistas profissionais se encaixam nesses quesitos.

2- Perfil social
Cuidado com o seu comportamento digital. Os recrutadores observam seu perfil comportamental também pelo que você compartilha nas redes sociais. Evite declarações que podem ser mal interpretadas e imagens de mau gosto.

3- Primeira impressão
Mostre que você respeita a cultura corporativa. Se o ambiente da companhia é mais formal, seja também mais formal, desde a escolha da roupa à linguagem utilizada.

Esta matéria ajudou você?

+ 46 pessoas ajudadas

Comentarios