24 / 11 / 2016

Como usar adequadamente a expressão corporal

Técnica valiosa nas entrevistas de emprego, a expressão corporal ajuda a transmitir simpatia e torna a comunicação bem mais assertiva
por
http://www.empregos.com.br

Segundo Reinaldo Passadori, presidente e fundador do Instituto Passadori, a expressão corporal é um dos grandes recursos para envolver ainda mais as pessoas no processo de comunicação.

Em um vídeo elaborado pela Exame, o profissional explica quais são e como utilizá-los melhor. As dicas você confere abaixo!

O que envolve a expressão corporal?
Uma série de pequenos gestos que reafirmar o que você está dizendo. Para isso, é possível utilizar:

• Mãos

• Dedos

• Expressão facial

• Olhar

• Expressão corporal

• Postura

• Jeito de caminhar

Estamos sempre sendo observados, por isso, é necessário ter atenção a todos esses itens.

Postura ereta, por exemplo, transmite confiança, bem como uma expressão corporal intensa (quando, mesmo parado, você movimenta o corpo em tiques nervosos) passa a ideia de que você está ou é uma pessoa ansiosa.

No entanto, as mãos são os elementos mais importantes. Ao falar em público, há pessoas que colocam as mãos em frente ou atrás do corpo, mantém elas na cintura, ou mesmo chegam a cruzar os braços – erros que prejudicam a sua imagem durante a apresentação.

O correto, é fazer gestos que sejam congruentes com o que você está falando. Por exemplo, quando falar a palavra “subir”, fazer com as mãos um gesto que indique “para cima”.

Do mesmo modo, para a palavra “descer”, manter as palmas viradas para baixo e apontar para o chão é uma forma eficiente de ser claro.

Como sugestão, Reinaldo sugere que você treine em frente ao espelho, ou grave sua apresentação e depois assista ao vídeo, reconhecendo erros e acertos.

Só assim você será capaz de desenvolver essa habilidade e, com o tempo e a prática, fazer gestos pontuais automaticamente, enquanto está falando.

Veja também: 8 truques de linguagem corporal para entrevistas de emprego

Esta matéria ajudou você?

+ 37 pessoas ajudadas
Fonte: Exame

Comentarios