15 perguntas frequentes em uma entrevista de emprego

Elas são inevitáveis, mas quando você está preparado, suas respostas podem ser certeiras e ajudar você a ficar com a vaga
por
http://www.empregos.com.br

A entrevista de emprego é a sua grande oportunidade para mostrar ao recrutador que você é a pessoa ideal para ocupar a posição aberta na empresa. Porém, é também justamente nessa fase que o candidato pode colocar tudo a perder com alguma resposta inapropriada. Por isso, se preparar para encarar as principais perguntas feitas nessa etapa do processo seletivo é a melhor forma de estar confiante e garantir a vaga.

Para ajudar você, listamos abaixo as 15 perguntas mais feitas pelos selecionadores em uma entrevista de emprego e mostramos alguns exemplos de respostas que podem ajudá-lo a se preparar para enfrentar com segurança e objetividade esse momento.

15 perguntas entrevista de emprego

Leia com atenção. Mas, lembre-se, essas são sugestões e exemplos de perguntas feitas na entrevista. Pode ser que você não se depare com nenhuma delas. Seja você mesmo e não tenha medo de ser sincero. Use essas frases como um meio de se preparar e não ser pego de surpresa, mas não decore, afinal, você não quer parecer um robô durante a entrevista. Aposte em suas qualidades e boa sorte!

1 – Fale sobre você
Quando o recrutador faz essa pergunta, ele quer saber mais sobre a pessoa que, até então, ele só conhecia pelo currículo. Procure ser direto, mas não responda apenas em uma frase.
Evite aquelas respostas prontas, como por exemplo: “Eu sou assistente administrativo, estudo na Universidade X e tenho 20 anos”, essas informações já estão presentes no seu currículo. Seja mais inovador, aposte em respostas como “Sou fascinado por livros de ficção, amo desvendar histórias complicadas e pesquisar sobre assuntos que desconheço. Além disso, adoro testar tecnologias novas e estar informado sobre o mercado financeiro. Penso muito antes de tomar qualquer decisão, adoro me basear em dados”. 
Muito melhor do que o clássico “Gosto de curtir a família, amigos e cinema”, não é? Assim, você demonstra ser uma pessoa interessante.

2 – Quais são seus objetivos a curto prazo?
Seja específico, você pode dizer “Quero ser gerente de vendas”, por exemplo, isso demonstra que você tem metas e quer atingi-las.

3 – Quais são seus objetivos a longo prazo?
Nesse momento, fale em termos profissionais, sendo bem objetivo: ser diretor de engenharia, gerente-geral ou algo similar. Mostre também que traçou metas, pretende fazer cursos, MBA e idiomas. É recomendável não se referir à vida particular.

4 – O que você procura em um determinado emprego?
Desafio, envolvimento e a chance de crescer junto com a empresa. Essa é uma das melhores respostas.

5 – Você é capaz de trabalhar sob pressão e com prazos definidos?
Sim e dê exemplos de situações vividas em seus trabalhos anteriores em que você esteve sob pressão e como reagiu diante disso.

6 – Por que devemos contratá-lo? Como você poderá contribuir para o desenvolvimento e crescimento da empresa?
Aqui a regra é simples? Você precisa ter feito uma pesquisa sobre a empresa, seu ramo de atuação, seu mercado. Com essas informações, é possível dar uma resposta mais precisa, como “Sei que vocês estão expandido a atuação da companhia para o mercado de cosméticos, eu tenho profunda experiência nesse ramo, pois trabalhei no setor durante cinco anos”.
Você precisa saber no que você é bom e como isso vai ajudar o empregador.

Perguntas feitas na entrevista de emprego

7 – O que você sabe sobre nossa organização? O que o atraiu nela?
Para responder da melhor forma a essa pergunta, é preciso se preparar fazendo uma pesquisa sobre a empresa. Os melhores meios de encontrar informação são no próprio site da empresa, nas redes sociais e, se você tiver a oportunidade, conversando com pessoas que trabalham ou trabalharam lá.

8- Fale sobre resultados que tenha alcançado e que tenham lhe dado grande satisfação
Para não esquecer algum projeto importante que você tenha participado e que vale a pena comentar na entrevista, pense com antecedência em tudo que você já fez em sua carreira e o que você alcançou. Com essas informações frescas, você não correrá o risco de não falar de algo importante e que poderia ajudar você a conseguir a vaga.
Procure mencionar aquelas realizações mais recentes e condizentes com o seu objetivo profissional.

9- Quais são seus pontos fortes?
Lembre-se, o intuito do recrutador é saber, sob seu ponto de vista, qual é o seu diferencial, ou seja, o que você tem de interessante que possa ser importante para a vaga. Utilize essa questão a seu favor, fazendo seu marketing pessoal. Não tenha medo de falar sobre suas qualidades, achando que vai parecer pretensão de sua parte. Se você não mostrá-las ou se falar sem muito entusiasmo delas, poderá não despertar interesse. Por isso, a forma como você fala é muitas vezes mais importante do que as próprias características que você cita.

10- Quais são seus pontos fracos?
Saiba que, aquele truque de responder algo positivo como se fosse negativo – por exemplo, perfeccionista, exigente demais -, não cola mais. Substitua pontos fracos por “pontos a desenvolver”. Mostrando assim que você está consciente de suas deficiências, que você não é perfeito e tem alguns pontos que precisam melhorar. O principal é demonstrar que você se conhece e que sabe exatamente em que sentido suas características serão positivas para a empresa e sabe também como não deixar que o que não é tão positivo assim atrapalhe.

Emprego dos sonhos

11- O que você não gostava no seu emprego anterior? Por qual motivo você saiu (ou quer sair) da empresa?
Jamais se queixe ou fale mal do seu emprego anterior ou atual. Se você foi demitido por um motivo desfavorável, seja sincero, omitindo apenas algumas partes que não precisam ser ditas nesse momento, por exemplo “não me dava bem com o meu chefe ou com a equipe”. Se estiver saindo por vontade própria, fale que está em busca de novos desafios e aprendizado.

12- Você poderia descrever alguma situação na qual seu trabalho tenha sido criticado?
Mostre-se aberto a críticas que são construtivas, comente sobre alguma situação em que seu trabalho foi discutido e evidencie que você sempre procurou ouvir, aprender e crescer com isso.

13 – Você tem espírito de liderança? Conte um fato que demonstre isso
Seja sincero nessa resposta, afinal, se você não gostar de ser líder isso vai acabar sendo evidenciado no dia a dia do seu trabalho. Para sustentar sua argumentação, conte sobre situações do passado em que você já foi líder, pode ser de pessoas, de projetos e até trabalhos universitários.

14 – Quais decisões são mais difíceis para você?
Você deve demonstrar sua capacidade analítica e dizer que aborda o processo decisório de forma lógica, identificando as alternativas e as premissas da decisão. Como ser humano, sabe que as decisões mais difíceis são as referentes à vida de seus colaboradores.

15 – Com que tipo de pessoa você prefere trabalhar? Com que tipo de pessoa você encontra dificuldade para trabalhar?
Novamente não mencione nada de negativo. Você pode dizer que não há melhor ou pior pessoa para trabalhar junto. Há pessoas diferentes. Claro que sempre é bom trabalhar com pessoas bem humoradas e que gostem de lidar com pessoas. Mas diga que você se adapta às necessidades do trabalho e que se relaciona facilmente, tanto com operários como com a diretoria da empresa.

 

Esta matéria ajudou você?

+ 497 pessoas ajudadas

Comentarios