12 / 07 / 2016

O que você não deve aceitar de seu banco

Economista conta a proposta mais estranha que já ouviu de seu banco e aconselha: “jamais faça isso”
por
http://www.empregos.com.br

A assessora de investimentos Carollyne Mariano está bastante acostumada a ouvir seus clientes comentarem sobre péssimos negócios financeiros que os bancos de varejo tentam vender a eles.

No entanto, ela mesma já foi “convidada” por seu banco a fazer um péssimo investimento com seu dinheiro uma vez. Há cerca de dois anos e meio, a profissional recebeu uma ligação de seu banco.

A proposta era o parcelamento da fatura do seu cartão de crédito, fazendo sobrar mais dinheiro para as despesas típicas de começo de ano, como com educação e IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), por exemplo.

 A taxa de juros cobrada pela grande maioria dos cartões de crédito é completamente abusiva. Uma vez que o cliente parcela a fatura, dificilmente ele consegue sair dessa dívida, uma vez que ela vira uma grande bola de neve. Como eu já trabalhava com investimentos, sabia que isso era uma grande furada, mas quis ouvir para ver até onde a proposta iria. Foi surreal”, diz ela.

A profissional explica que tinha dinheiro para pagar a fatura integralmente, o que mostra a má fé do banco em propor a ela uma “solução” para um problema que sequer existia.

Carollyne aconselha que o cliente jamais deve se endividar no banco, especialmente com cartão de crédito ou cheque especial:

As pessoas têm o hábito de achar que cheque especial é dinheiro. Mas não é e não deve ser usado em hipótese nenhuma, os juros são muito altos”, alerta.

Ela também explica que os bancos costumam sugerir más aplicações financeiras, como títulos de capitalização ou planos de previdência com altas taxas de administração e de carregamento.

Fique de olho! 😮

Esta matéria ajudou você?

+ 5 pessoas ajudadas
Fonte: Infomoney

Comentarios