28 / 09 / 2016

Na Europa, tempo gasto de casa para o trabalho será pago pelas empresas

Medida prevê a segurança dos profissionais que não têm local fixo de trabalho, tendo de se locomover constantemente
por
http://www.empregos.com.br

Uma corte da Europa decidiu que funcionários terceirizados passarão a ser remunerados, também, pelo tempo que levam indo e voltando do trabalho.

O intuito é garantir pela segurança e saúde dos trabalhadores freelancers que, por lei, não podem trabalhar mais de 48 horas semanais. Desta maneira, as horas que eles passam se locomovendo até o trabalho serão contabilizadas como tempo de trabalho.

“Fazer com que um trabalhador pague pelas decisões das empresas vai contra o objetivo de proteger a sua saúde e a segurança, incluindo a necessidade de um tempo satisfatório de descanso”, foi a declaração da corte.

A decisão foi motivada depois que uma empresa espanhola passou a ter escritórios apenas em regiões centrais, obrigando os funcionários de regiões periféricas a levar mais tempo para o deslocamento da casa para o trabalho.

Pontos negativos

Se por um lado a obrigatoriedade parece favorecer os trabalhadores, por outro também há a possibilidade de as empresas apenas contratarem quem resida nas suas proximidades. A única certeza é que a mobilidade tem grande impacto na vida e no bem-estar de todo e qualquer cidadão.

E você? Concorda com a medida tomada? Acha que isso funcionaria no Brasil? Deixe a sua opinião nos comentários!

Esta matéria ajudou você?

+ 1 pessoa ajudada

Comentarios