06 / 07 / 2016

O que um coach tem a dizer para quem está em transição de carreira?

Um dos pontos-chave para saber como se posicionar na mudança, é entender o que te motiva. Saiba como!
por
http://empregos.com.br

Uma carreira deve e precisa ser construída. Mas, antes de dar uma guinada, é preciso que você reflita e considere alguns aspectos, para que não perca parte da sua bagagem profissional no caminho, ou mesmo pegue um rumo que não te leve aonde você quer chegar.

Investigue os motivos:
• Por que você não está satisfeito com a sua vida profissional?
• O que mais o impacta negativamente na sua atual função para despertar em você o desejo de buscar um novo caminho?
• Você já se sentiu feliz fazendo o que fazia?
• O que mudou?

Essas são as principais perguntas que devem ser respondidas quando a desmotivação te acompanha antes, durante e depois do expediente de trabalho.

Muitas vezes, estamos infelizes apenas com alguns aspectos da carreira, como o tipo de projeto em que se está envolvido, relações interpessoais no ambiente de trabalho, atual liderança, ou até mesmo os valores da empresa. É necessário saber o que está fora do lugar.

Reflita sobre:
• Por que você escolheu fazer isso?
• E se você fosse promovido, mudaria sua percepção?
• E se recebesse um aumento?
• Se pudesse trabalhar home office?
• E se aquele chefe que te persegue pedisse demissão?
• E se trabalhasse naquela firma que você acha ótima?

É importante que você considere todas essas questões, pois você pode se deparar com obstáculos semelhantes ao que está vivendo, e pelos quais quer mudar.

Aí é que está o grande perigo da transição, e onde o coaching trabalha com você para que a sua escolha seja feita de forma segura.

Você vai precisar de instrumentos para entender o seu comportamento, e encontrar a área de atuação em que suas habilidades e competências são valorizadas.

O que um coach tem a dizer para quem está em transição de carreira?

O maior problema na escolha da carreira, ou mesmo na mudança, pode ser o mesmo: os critérios usados para fazer essa opção. Nem sempre eles são baseados em pontos fortes, desejos, habilidades e inspiração.

Na maioria das vezes, somos pressionados por fatores externos e o imediatismo de ver resultados em curto prazo. Muitas pessoas escolhem um curso pensando em determinada profissão. E essa escolha, geralmente, não é baseada em referências internas.

Veja alguns passos importantes a seguir:

Conheça a si mesmo
O autoconhecimento é fundamental na evolução deste processo. Você se conhece? Sabe exatamente por que está mudando? Identifique seus desejos, valores e expectativas. O importante é saber que esta mudança vai ter ônus e bônus. Pesquise sobre as habilidades e competências que vai precisar desenvolver para isso.

Não se deixe levar pelo impulso ou o que ouviu dizer
Você está escolhendo o que quer fazer e a melhor forma de ser feliz. Então, se você leu ou ouviu em algum lugar que um determinado negócio está dando muito dinheiro, não aja sem fazer ideia real do que se trata.  Quem está ganhando dinheiro já conhece o mercado em que você quer atuar, chegou antes, se desenvolveu e está na sua frente. Você terá mais dificuldade para engrenar e não terá retorno financeiro tão rápido como imagina.

Imagine-se em diversas situações já atuando como este novo profissional
Use seu networking para encontrar pessoas que já trabalham fazendo o que você quer fazer. Conheça o que há de positivo e negativo na profissão que você escolheu. Descubra a rotina, as atividades envolvidas, quanto você poderia ganhar, as escolhas que vai precisar fazer para se destacar, e as consequências dessas escolhas sob vários aspectos da vida – que podem comprometer seus valores como tempo, família, investimentos financeiros e nível de responsabilidade.

Informe-se sobre como deverá se preparar tecnicamente para a mudança
Passe um dia inteiro vivenciando a profissão. Você poderá se surpreender positivamente ou não. Pesquise cursos, graduações ou especializações. Você poderá se sentir motivado se seu conhecimento anterior não for desperdiçado. Tenha em mente que carreira é construção. Uma mesma profissão permite carreiras diferentes e desse modo, você também pode considerar uma transição dentro de sua atual profissão.

Mãos à obra
A transição nem sempre é fácil, e algumas etapas precisarão ser vencidas, mas quanto mais seguro você estiver da sua decisão, mais foco e determinação você terá para alcançar seu objetivo. Ser feliz faz parte do projeto de vida de todos nós.

Perfil Elaine Fucci

 

Esta matéria ajudou você?

+ 15 pessoas ajudadas

Comentarios