10 / 08 / 2016

Como usar a inteligência emocional para conseguir emprego

Trabalhar as emoções pode te ajudar a ser bem-sucedido em diversas etapas do processo seletivo
por
http://carreiras.empregos.com.br/

Você lida bem com as suas emoções? Antes de responder que sim, imagine a seguinte situação: você acaba de sair de uma entrevista de emprego, mas está com um sentimento negativo, apesar de não saber ao certo qual o motivo. Tristeza? Pessimismo? Frustração?

E aí, já passou por algo semelhante?

Os sentimentos estão constantemente interferindo em nosso cotidiano. Às vezes, a ansiedade é tanta que atrapalha o seu desempenho na entrevista. Em outras, a autoestima está tão abalada, que até completar o seu currículo parece uma tarefa difícil.

É por isso que gerenciar as emoções é tão importante.

Para a maioria das pessoas, é preciso trabalhar a inteligência emocional para usá-la a seu favor. Saiba como desenvolvê-la e aumente as suas chances de conquistar um emprego:

1- Reconheça as suas fragilidades
O primeiro passo para superar os seus pontos fracos é identificá-los. Crie o hábito de nomear as emoções que te fazem mal e reflita o porquê tal sentimento o afeta tanto. Quando o sentir, lembre-se da origem do problema, e foque na busca por soluções que permitam que essa emoção vá embora.

2- Evite pessoas que te colocam para baixo
Se os sentimentos negativos já surgem involuntariamente, quando há uma pessoa ao seu lado para reforça-los é ainda pior, pois você terá dificuldades em encontrar a fonte do problema e, consequentemente, a solução. Passe mais tempo com as pessoas que te fazem bem.

3- Seja organizado
Quando você se perde em meio à bagunça ou as tarefas do dia a dia, é mais fácil para que as emoções negativas retornem. Ter um objetivo e uma meta para alcançá-lo faz com que você encontre as melhores oportunidades mais rápido. Tenha uma rotina para pesquisar empresas, adequar o currículo às vagas e se candidatar.

4- Seja bom ouvinte
A maioria dos profissionais acha que a única tarefa em uma entrevista de emprego é falar bem sobre si mesmo. Mas, a entrevista também serve para discutir uma possível relação de trabalho, e entender a vaga e a empresa são essenciais para se dar bem em uma entrevista.

Portanto, preste muita atenção ao que as pessoas falam. Assim, você elimina a ansiedade e treina para o diálogo com o recrutador.

5- Não faça comparações
Alguns profissionais saem desmotivados da dinâmica de grupo por encontrar candidatos fortes competindo para a mesma vaga. Mas lembre-se: cada caso é um caso. Só o recrutador saberá qual dos concorrentes tem o perfil para conquista a vaga.

Se você sente que está em grande desvantagem profissional, busque alternativas para suprir essas demandas, como cursos gratuitos, por exemplo. Estudar o modo como os concorrentes interagem, falam e se posicionam, ajuda a se destacar nas próximas oportunidades.

Esta matéria ajudou você?

+ 19 pessoas ajudadas

Comentarios