29 / 06 / 2016

Como serão as empresas do futuro

CEO da Schneider Eletric fala sobre como a sustentabilidade empresarial irá transformar o mercado de trabalho
por
http://www.empregos.com.br

Quando se fala em sustentabilidade, a maioria das pessoas logo pensa em meio ambiente. Mas o que muitos ainda não conhecem é que o termo não se restringe apenas ao segmento ecológico.

Sustentabilidade é a busca pelo desenvolvimento econômico com responsabilidade ética, sem impactar o meio em que vivemos – seja ambiental ou social. A ideia é utilizar recursos de forma inteligente, preservando-os para as gerações futuras.

Portanto, ser sustentável é o mesmo que ser autossuficiente e pensar que tudo o que é usado para o avanço pode ser reaproveitado, desde materiais até a força de trabalho.

Por isso, hoje também se fala em sustentabilidade empresarial, que é a adoção de atitudes que visem o lucro geral – da organização e de seus funcionários, primando pela produtividade e desenvolvimento de todo o mercado.

A sustentabilidade e o futuro das empresas
Esse foi o tema da palestra ministrado por Tania Consentino, CEO da Schneider Eletric, no 11º Fórum de Carreira e de Desenvolvimento Profissional.

Na palestra “Planeta sustentável: como as decisões de hoje vão impactar os jovens no futuro”, a profissional afirma que todos são capazes de transformar o mundo, e que essa é a ideia que as empresas devem apostar no futuro:

Todos nós temos um papel em casa, na empresa e no planeta”, diz Tania Consentino.

Abaixo, você confere quais são as 4 principais tendências sustentáveis:

1-Consumo inteligente
Segundo Tania Consentino, não existirá negócio a longo prazo sem a sustentabilidade. Entender os principais problemas que afetam o mundo e as megatendências globais, como a urbanização, a digitalização e a industrialização, serão primordiais para o sucesso.

Para a Schneider Eletric, por exemplo, o acesso à energia é um direito humano básico, no entanto, a forma como as empresas gerenciam a energia atualmente é insustentável.

Para reverter a situação, a empresa busca quais são as alternativas para contornar a situação, como produtos que captam energia por energia solar.

tania consentino

Tania Consentino no 11º Fórum de Carreira e de Desenvolvimento Profissional

2-Reforço da imagem
Se nem os funcionários acreditam nos valores da empresa em que trabalham, não serão os consumidores que vão acreditar. É preciso assumir a missão e os valores e buscar candidatos que a defendam.

Ninguém quer atrelar seu nome a algo que não tenha os seus valores. Funcionários comprometidos com a empresa trabalham mais felizes, tratam melhor os clientes e, assim, aumentam os lucros”, diz a CEO da Schneider Eletric.

Isso significa que as organizações não terão funcionários frustrados com o conflito de interesses, mas sim orgulhosos com a ideologia da empresa.

3-Diversidade
A Schneider Eletric participa do Programa “He for She” (Eles por Elas, em português), que promove a inserção de mulheres no mercado de trabalho. Quanto mais pessoas no mundo profissional, mais a economia é movimentada.

4-Formas trabalhistas
Flexibilidade é um fator que está relacionado à sustentabilidade, uma vez que o foco nos resultados, e não na forma de trabalho, contribui para a produtividade, com menos custos para realizá-lo.

A jornada de trabalho habitual tende a mudar. Soluções como home office e ambiente de trabalho diferenciado motivam os funcionários e elimina fatores negativos, como problemas com a mobilidade urbana, gasto com energia elétrica em escritório, dentre outros.

 

Esta matéria ajudou você?

+ 30 pessoas ajudadas

Comentarios