01 / 06 / 2016

10 profissões que serão destaque daqui a 10 anos

Saiba quais são as profissões que serão tendência de sucesso no mercado de trabalho
por
http://www.empregos.com.br

As demandas do mercado de trabalho evoluem no mesmo ritmo em que a sociedade e a economia. Muitas profissões e carreiras que serão destaque daqui a 10 anos estão intimamente ligadas às tendências econômicas e sociais projetadas por especialistas e estudiosos.

Segundo Renata Spers, economista e professora da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (FEA-USP), sustentabilidade, inovação, preocupação com a qualidade de vida e aumento da expectativa de vida da população são as principais macrotendências identificadas.

Confira abaixo as 10 carreiras que terão sucesso daqui a 10 anos:

1-Gestor de ecorrelações
Sustentabilidade é a palavra de ordem para o profissional de ecorrelações. Essa é uma boa oportunidade de trabalho, para quem reúne conhecimento técnico ambiental (engenharia ambiental), de legislação do tema (direito ambiental) e também é bom em comunicação.

É um profissional que vai se comunicar com grupos de consumidores, órgãos governamentais e outras empresas”, explica a professora Renata Spers.

2-Gestor de resíduos
Outra profissão intimamente ligada à questão ambiental é gestão de resíduos. Direcionamento correto para os resíduos e a transformação do lixo em fonte de renda são as atividades primordiais desse profissional. Engenharia ambiental, engenharia química, biologia são algumas das áreas de formação adequadas para quem deseja seguir neste ramo.

10 profisses que sero destaque daqui a 10 anos

3-Engenheiro ambiental
Se hoje já uma profissão em alta, a engenharia ambiental deve se firmar com uma das carreiras do futuro.

Sustentabilidade e meio ambiente são mandatários, não há dúvida que é tendência até por uma questão de racionalização de custos, que está dentro do tema sustentabilidade”, explica Plinio de Cerqueira Leite, da CL Executive Search & Interim Management, em entrevista à Exame.

4-Engenheiro civil
Os investimentos na infraestrutura devem continuar, o que torna os engenheiros civis, profissionais de destaque também nos próximos 10 ou 15 anos. Portos, aeroportos, estradas e linhas férreas respondem pela grande necessidade destes profissionais.

5-Engenheiro de petróleo e gás
Outra área da engenharia que tem tido mais demanda e deve se destacar mais ainda em um futuro próximo, é o setor de petróleo e gás. A busca por técnicas mais eficientes de extração, é um dos motivos que fazem com que engenheiros sejam cada vez mais necessários no setor de energia.

6-Engenheiro hospitalar
A preocupação de grandes hospitais em oferecer a melhor estrutura a médicos e pacientes tem puxado os investimentos e deve abrir mais oportunidades para quem se interessa pelo setor.

7-Bioinformacionista
Profissionais que mesclam informação genética e a elaboração de remédios são tendência no futuro.

É uma profissão ligada à inovação e também à macrotendência de envelhecimento da população”, explica a professora Renata Spers.

8-Técnico em telemedicina
Alternativa para carência de profissionais de saúde em áreas mais remotas do Brasil, a telemedicina permite que pessoas tenham acesso a diagnósticos sem estarem no mesmo local que a equipe médica.

9-Conselheiro de aposentadoria
Se a expectativa é que as pessoas vivam mais, esta é outra profissão que deve se destacar. O conselheiro de aposentadoria é um profissional com habilidades de contabilidade, finanças e de gestão de carreira, de acordo com ela.

É responsável por ajudar a planejar a aposentadoria, do ponto de vista financeiro, de plano de saúde e também faz o planejamento de uma segunda carreira já que as pessoas estão vivendo mais”, diz Renata.

10-Gestor de qualidade de vida
Mapear riscos de problemas de saúde que colaboradores podem desenvolver e melhorar as condições do ambiente de trabalho, promovendo a busca pelo equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, é função do gestor de qualidade de vida.

Já existe esta preocupação dos profissionais de recursos humanos com a qualidade de vida, mas no futuro haverá mais investimento nisso por parte das empresas”, diz Rodrigo Vianna, diretor-executivo da Talenses.

Esta matéria ajudou você?

+ 215 pessoas ajudadas
Fonte: Exame

Comentarios