02 / 09 / 2016

Fazer ou não fazer faculdade?

Com o mercado de trabalho competitivo, quem aspira uma carreira de sucesso sente que só vai chegar lá se cursar um ensino superior – o que não é verdade
por
http://carreiras.empregos.com.br/

Quando vale a pena fazer faculdade? Essa é uma das maiores dúvidas de quem está começando no mercado de trabalho, ou mesmo está em transição de carreira e não quer apostar cerca de mais quatro anos para conquistar outro diploma tradicional.

Afinal, atualmente, ele é assim tão necessário? Devido à alta concorrência, a maioria tem considerado o diploma universitário uma qualificação básica no currículo. Ou seja, se o candidato não tem ao menos isso, acredita-se estar em grande desvantagem no mundo profissional.

Mas o que acontece realmente, é que cursar faculdade só para colocar no currículo não é a saída para se destacar no mercado. Os profissionais devem pensar além do diploma, e focar no aprendizado – em como absorver exatamente aquilo que você precisa aplicar no seu cargo e na sua área.

O SUCESSO DEPENDE SOMENTE DE VOCÊ

Você já viu Bill Gates, fundador da Microsoft, ou Mark Zuckerberg, criador do Facebook, atribuírem o sucesso aos diplomas de faculdade?

É claro que o conhecimento universitário serviu como base para suas carreiras, mas seus diferenciais foram suas visões de mercado, tendo Bill Gates e Mark Zuckerberg buscado informações até mesmo por conta própria para se destacarem.

PESQUISA DE MERCADO

Como está a área em que deseja atuar no momento? Quais são os seus objetivos e o que você deve fazer para chegar lá? Não há obrigatoriedade de que o diploma bacharel seja o único caminho disponível. Tudo depende do seu perfil.

Antes de fazer a matrícula na faculdade, trace um objetivo para a sua carreira, e pesquise quais as competências que você deve possuir para alcançá-las. Em alguns casos, cursos livres, técnicos ou tecnólogos são opções melhores do que o bacharelado.

Por exemplo, para trabalhar com tecnologia de construção de edifícios, você não precisa, necessariamente, fazer um curso superior. Há cursos tecnólogos para essa profissão.

O MOMENTO CERTO

Se você almeja cargos de gerência, pode ter que cursar faculdade. Mas, para iniciar na profissão e ganhar experiência, cursos mais baratos e de menor duração podem te ajudar a se inserir na área.

Assim como pode acontecer com o curso de administração, que engloba vários setores. O profissional pode começar com o ensino técnico e, posteriormente, dependendo do rumo da carreira, buscar especializações no segmento que deseja.

Essa é uma estratégia que se vale da sua maturidade profissional, pois uma vez já trabalhando na área, terá outra visão do mercado. Algumas profissões sequer exigem pós-graduação e MBA, e portanto, você nem precisará se preocupar com essas modalidades.

RETORNO FINANCEIRO

Outro fator que deve ser avaliado é a relação entre investimento x salário. Pesquise se a média salarial é bastante incompatível com o preço cobrado nas mensalidades do ensino. Nem sempre há vantagem em investir em um curso que custa mais de R$ 1.500 por mês, de uma profissão cuja remuneração inicial é de R$ 800.

LEMBRE-SE!

Para se dar bem no mercado profissional, é preciso ter mais do que anos de estudo ou uma universidade de renome no currículo. Muitas vezes, o sucesso vem de habilidades que não são ensinadas em cursos profissionalizantes.

Tem alguma dúvida sobre o seu plano de carreira? Pergunte para a gente nos comentários!

 

Esta matéria ajudou você?

+ 24 pessoas ajudadas

Comentarios