15 / 04 / 2016

6 dicas certeiras para estudar melhor

Saiba como se organizar para aprender mais fácil e ter um bom desempenho
por
http://carreiras.empregos.com.br/

Você já teve a sensação de gastar muito tempo estudando, mas no final parece até que não absorveu nenhum conteúdo? Atualmente, a dificuldade em aprender, memorizar e se concentrar estão entre as principais queixas dos estudantes nos mais diversos níveis de escolaridade.

Após quatro tentativas para o curso de medicina, Thaís Guedes conquistou a vaga neste ano na Universidade de São Paulo. Ela conta que a principal dica para fixar o conteúdo é a organização.

“Faça um cronograma de estudos e mantenha as matérias em dia. Não pense no vestibular, foque no cumprimento das suas metas semanais. Isso faz com que você não se atrase em nenhuma matéria e ainda ajuda com a ansiedade”, afirma.

Abaixo, você confere técnicas poderosas para ser bem-sucedido nos estudos:

1- Intercalar as disciplinas
O Enem, os vestibulares e a maioria das escolas promovem a interdisciplinaridade. Ou seja, disciplinas diversas podem ser trabalhadas em uma mesma questão.  Dedique o mesmo tempo de estudo a todas as disciplinas que vão cair na prova.

Isso faz com que você aprenda de tudo e não fique saturado em um dos temas. “Você não pode focar só nas matérias que tem facilidade pensando que assim vai se garantir. Tem que se esforçar nas matérias que te deixam em desvantagem entre os outros candidatos”, diz Thais.

2- Explique o que aprendeu a você mesmo
Mais eficaz do que qualquer resumo, decoreba ou mnemônico (aquele truque de substituir as letras das fórmulas por coisas do cotidiano), é refletir sobre o assunto que você acaba de aprender.

Não tenha vergonha de falar sozinho. Discorra sobre esse conteúdo em voz alta e com as suas próprias palavras. Assim, você conhece a funcionalidade do que está estudando, e não meramente lendo a informação.

6 dicas certeiras para estudar melhor

3- Faça provas anteriores
Praticar o estilo de prova é determinante para pegar o jeito e se preparar para a avaliação.

Você perceberá quais conteúdos costumam ser mais recorrentes, como é a interdisciplinaridade das questões e quais matérias você prefere fazer primeiro ou deixar por último.

4- Use os sentidos
Geralmente, áudio e vídeo são mídias que apresentam o conteúdo de forma mais criativa e envolvente. Para dar uma pausa nos livros e apostilas, aposte em podcasts (programa de áudio digital em formato MP3) e vídeo-aulas de cursos online.

“Eu busquei esses recursos para me ajudar nas matérias que tinha dificuldade. Indico o site História Online para quem, assim como eu, não se dá bem com a disciplina”, sugere a estudante.

5- Estude ao ar livre
“Às vezes eu deixava de estudar na sala de aula do cursinho e ia para o refeitório, que é a céu aberto, onde eu via gente, árvores, pássaros. Quando eu cansava de ler, olhava para frente e respirava fundo antes de continuar. Ajuda a relaxar”, conta Thaís.

6- Cuide da saúde
Nada de varar a noite para estudar, pois é durante o sono que o cérebro absorve melhor as informações. Uma noite mal dormida afeta a eficiência do seu aprendizado.

Além disso, fique atento ao que você come. Alimentos pesados fazem com que o seu organismo trabalhe muito para queimar gordura. É daí que vem aquele sono forte durante o dia. Invista em opções que produzem energia, como frutas vermelhas, ovo e frutos do mar. Esses alimentos, inclusive, ajudam a fortalecer a memória!

Esta matéria ajudou você?

+ 127 pessoas ajudadas

Comentarios