21 / 10 / 2015

Quem leva a melhor na hora da recolocação?

por
http://www.empregos.com.br
As empresas encontram seu CV e nós te avisamos!

por Juliana Falcão

O mercado de trabalho está concorrido até mesmo para os profissionais qualificados. Apesar disso, muitas vezes a experiência e a própria qualificação fazem com que eles se tornem extremamente exigentes. A conseqüência? Pontos negativos na busca por um novo emprego.

É o que diz a consultoria KPMG, que realizou uma pesquisa com executivos atendidos no escritório da empresa. A pesquisa revela que os executivos brasileiros levam de quatro a seis meses para se recolocar no mercado de trabalho.

Segundo Rosana Mezzetti, gerente da KMPG, esse período é considerado médio. “O tempo de recolocação depende da área de atuação do executivo e das características que ele apresenta”, explica. Para ela, uma das formas de reduzir o tempo de espera está no exercício da flexibilidade. “Muitos não se sujeitam a mudar de região, de área ou de salário, desperdiçando inúmeras oportunidades”, diz a gerente.

Mas, quem é o profissional capaz de reduzir esse tempo? O que fazer para evitar meses de busca por um emprego? As respostas estão nas dicas de Rosana Mezzetti:

  • Fique atento às mudanças do mercado. Dependendo da situação de sua área de atuação, a recolocação pode demorar mais ou menos tempo;
  • Seja ativo. Envie cartas para as empresas com matérias e pesquisas atualizadas sobre suas áreas de atuação. Isso pode ser um grande começo;
  • Procure conhecer pessoas importantes, que decidam dentro das empresas e faça com que o seu currículo chegue nas mãos delas;
  • Não perca de vista seus contatos. Eles lhe serão muito úteis nessa hora;
  • Faça uma auto-análise. Veja o que pode ser melhorado na sua vida profissional para que as oportunidades apareçam em menos tempo;
  • Aproveite esse tempo para fazer cursos e atualizar seu inglês. As empresas estão rigorosas com relação a esse critério, aplicando inclusive testes complexos.

Esta matéria ajudou você?

Topicos:

Comentarios