Palavras-chave são fundamentais para seu currículo

Identifique os termos mais usados em sua área de atuação, elas podem ajudar a ressaltar o seu perfil para as empresas
por
http://www.empregos.com.br
As empresas encontram seu CV e nós te avisamos!

por Izabel Cristina

As palavras-chave são um meio extremamente eficaz de reforçar seu currículo e garantir novas oportunidades de entrevistas para emprego.

Isso porque elas funcionam como códigos utilizados nos bancos de dados para identificar o serviço ou produto desejado pelo usuário.

No caso dos sites de emprego, o usuário é a empresa contratante, o código são as palavras que fazem parte do perfil do profissional procurado e o produto são os currículos.

Assim, ao utilizar palavras pertinentes à sua área de atuação e às suas características profissionais, o candidato aumenta suas chances de fazer parte das buscas realizadas pelas empresas usuárias dos sites de emprego.

“Não existe fórmula pronta, as palavras-chave variam de acordo com o perfil solicitado pelo empregador”, observa Dario Guimarães, coordenador de Recrutamento e Seleção de Gerentes da Across RH.

A dica dada pelo coordenador é que o candidato seja detalhista na descrição de suas habilidades, experiências e cursos.

 

Palavraschave

 

Em geral, as empresas delimitam o perfil dos profissionais seguindo critérios básicos como idade, cargo almejado, formação técnica ou acadêmica, idiomas e cursos específicos.

O importante é escolher palavras-chave que resumam os conhecimentos, habilidades e principalmente os jargões relacionados diretamente à área de atuação do profissional.

Quanto maior for o número de palavras-chave utilizadas na busca, mais precisa será a pesquisa. Portanto, se você também utilizar muitas palavras-chave, estará sempre presente nos resultados apresentados aos selecionadores, por mais restritos que eles sejam.

Um bom exemplo é a área de Tecnologia da Informação. O selecionador não irá procurar por qualidades abrangentes, mas por linguagens de programação e ferramentas que o profissional domina.

A diferença entre quem vai e quem não vai aparecer nas buscas refinadas é, além da compatibilidade com o perfil desejado, o número de palavras-chave utilizadas no currículo.

Como você pode notar, é preciso escolher as melhores expressões ou termos que destaquem seu perfil. “Ser detalhista é importante, mas nada de estender-se na descrição.

Escolha as palavras, pois o currículo é algo que deve ser apreciado pelo selecionador e também pelo selecionado”, acrescenta Dario.

Veja algumas dicas para ajudar na escolha:

1. Veja o exemplo para a área de Marketing. Pense em palavras-chave para títulos de profissão (Gerente de Marketing), funções e responsabilidades (pesquisa de mercado, desenvolvimento de novos produtos, análise de custos, relatório de variáveis), terminologia específica da área (target, aquisição) e formação (pós-graduado em comportamento do consumidor, especialista em aspectos tributários, em finanças empresariais).

2. Antes de finalizar, destaque as palavras-chave e imprima. Assim terá uma ideia de quantas possibilidades seu currículo terá de ser classificado em buscas e se existe mais espaços que possam ser valorizados.

3. Faça uma lista de sinônimos, de todas as formas (substantivo, adjetivo, verbo) e tempos verbais das palavras mais importantes. Assim terá diversas opções de palavras para utilizar no seu currículo.

4. Crie oportunidades para utilizar os termos mais relevantes para sua carreira.

5. Cuidado para não exagerar e, principalmente: NÃO MINTA.

Esta matéria ajudou você?

+ 2 pessoas ajudadas

Comentarios