20 / 10 / 2015

Do papel para a Internet

por
http://www.empregos.com.br

Em circulação há muitos anos e sem ninguém saber ao certo como e onde surgiu, o currículo é uma das armas mais importantes na hora de buscar novas oportunidades na carreira profissional.

O bom e velho currículo em papel já passou por diversas transformações e adaptações ao longo de sua existência – formato, conteúdo, distribuição de informações, apresentação, tipo de profissão e experiência de cada pessoa – pois o que não falta são dicas e regras para sua melhor formatação.

Mesmo tendo ainda muita presença no mercado, os currículos em papel estão perdendo cada vez mais espaço para a internet – seja em sites especializados, páginas pessoais, cadastros em empresas ou via e-mail.

Hoje é muito mais fácil para as organizações e para os profissionais de RH recrutar novos profissionais através de sites de recrutamento e de seus bancos de dados online. A economia de tempo no processo seletivo é uma das principais vantagens que a internet traz.

No lugar de ficar horas lendo cuidadosamente centenas de currículos que podem não ter nada a ver com a vaga em questão, os responsáveis pela seleção podem, pelas ferramentas de busca que os sites disponibilizam, descrever as características do profissional que estão procurando e dar atenção aos currículos que realmente se encaixam na vaga disponível.

As vantagens de ter um currículo na internet hoje são muitas: maior visibilidade do profissional no mercado, possibilidade de se candidatar a diversas vagas sem sair de casa, facilidade para atualizar e melhorar os dados do currículo, além do fato de não “perder” tempo enviando várias cartas pelo correio – isso sem falar que, para muitas empresas e consultorias, receber currículos via correio já é passado.

O mercado de trabalho está sendo cada vez mais conquistado pela modernidade e as formas de seleção, se adaptando rapidamente a essa nova realidade. Por isso é bom ficar sempre de olho nas novidades que o Empregos.com.br traz para você!

 

Esta matéria ajudou você?

Topicos:

Comentarios