22 / 10 / 2015

Currículos 2.0

Saiba por que os blogs e as redes sociais são excelentes ferramentas para criar oportunidades profissionais.
por
http://www.empregos.com.br

Eles deixaram de ser vistos como um diário virtual e hoje são utilizados como plataforma profissional. Em pouco mais de uma década de existência os blogs e as redes sociais conquistaram uma massa gigantesca de pessoas que, conectada via on-line, faz networking , fortalece a imagem profissional e encontra diversas oportunidades de trabalho.

Para se ter uma ideia da importância dos perfis na internet como forma de garantir maior visibilidade na carreira, foi criada até uma rede social com o intuito de aproximar e conectar profissionais. Trata-se do LinkedIn, uma espécie de currículo virtual utilizado por mais de 65 milhões de profissionais para trocar informações, ideias e oportunidades.

Outra opção encontrada por profissionais que querem ser vistos e manter-se competitivos no mercado é o Me+adiciona, rede usada por mais de 80 milhões de pessoas, que permite congregar todos os perfis – Orkut, Facebook, Flickr etc – em um único canal. O Twitter, um microblog onde é possível postar textos de até 140 caracteres, é mais uma janela que se abre para quem quer criar oportunidades profissionais. Por ser um canal interativo e de fácil uso o microblog permite saber o que está acontecendo no mundo (quase) em tempo real. Há perfis no twitter específicos para divulgar vagas de emprego.

A facilidade no manuseio das redes e a interatividade que elas proporcionam, aliás, explicam a popularização da web 2.0 e a febre que atinge a imensa massa humana por blogs e canais de relacionamento. Na geração digital nada mais natural que a utilização das mídias comece cada vez mais cedo. Dessa forma, os jovens aproveitam as ferramentas da web 2.0 como canal estratégico para exporem seus trabalhos ou suas informações profissionais já no decorrer da formação universitária.

“As empresas monitoram os perfis profissionais nas redes sociais. Quando visualizam que você é um potencial formador de opinião começam os convites para participar de palestras e eventos sociais. É uma propaganda mouse a mouse”, afirma o jornalista e consultor de mídias sociais Alexandre Inagaki, autor do blog “Pensar enlouquece, pense nisso”.

Inagaki inaugurou seu primeiro blog em agosto de 2002, quando as redes sociais ainda eram novidade no Brasil. O espaço foi uma maneira de o jornalista conciliar o que aprendia na faculdade e de construir uma rede de contatos que tinha os mesmos interesses que ele.

Seus textos publicados no blog repercutiram de tal forma que Inagaki levou o prêmio internacional The BOBs na categoria Melhor Weblog em Português no ano de 2007 e foi eleito Blogueiro do Ano pelo prêmio Melhores da Websfera 2009 da revista Pix. Hoje ele mantém também o blog “Papo Cabeça” no portal MTV e escreve quinzenalmente sobre tecnologia no Yahoo. “O cenário web 2.0 permite que o profissional crie suas próprias oportunidades”, diz o consultor.

Seu perfil pode – e deve – ser seu portfólio

No mercado competitivo e cada vez mais exigente vence quem está antenado nas novas tendências e age mais rápido. Atualmente, quem não tem um perfil na internet para expor os seus trabalhos ou construir uma rede de contatos está em desvantagem em relação aos demais. Quando recebem um currículo e se interessam pelo perfil de um candidato, as empresas “googlam” sem pestanejar em busca de avaliar o trabalho dele no universo virtual.

“A era web 2.0 requer um novo modelo de profissional, conectado a sua realidade. Não ter blog ou um perfil na internet hoje em dia é até um contrassenso, já que a construção da sua marca pessoal e profissional é feita também nas redes sociais”, diz Alexandre Inagaki. As mídias sociais, ressalta o consultor, são os currículos do século 21.

 

Esta matéria ajudou você?

Topicos:

Comentarios