08 / 02 / 2014

Até que ponto a timidez atrapalha?

Gostaria de saber até que ponto a timidez atrapalha na entrevista?
por
http://carreiras.empregos.com.br/

Gostaria de saber até que ponto a timidez atrapalha na entrevista?

Marcelo Vieira

 

Resposta

Marcelo,

Para responder a esta pergunta, acho interessante inicialmente utilizarmos alguma definição sobre timidez. Segundo o dicionário Aurélio, timidez é uma “qualidade de tímido; acanhamento, debilidade, fraqueza”. Já a definição de tímido se descreve por “quem tem temor; receoso; acanhado, retraído, fraco, froxo”.

Partindo dessas definições, concluímos que a timidez nada mais é que um aspecto que caracteriza o indivíduo diante de algumas ou todas as situações, inclusive as que exigem um grau maior de participação e envolvimento.

Nos processos seletivos, seja em entrevistas ou dinâmicas de grupo, é essencial trabalhar a timidez, pois serão avaliados aspectos condizentes com o perfil da pessoa. Resumindo, é nestas situações que o profissional tem a chance de “se vender”, mostrar suas características.

Um aspecto muito importante a ser considerado, também, são os requisitos da vaga pretendida. Digo que este aspecto é muito significativo, pois é ele que vai determinar se a sua timidez atrapalhará ou não. As vagas geralmente requerem do profissional características específicas, além daquelas básicas e técnicas, que são determinadas a partir de aspectos culturais da empresa e também da própria dinâmica do grupo ao qual o profissional irá se juntar. Isso varia muito de empresa para empresa.

Portanto, a sua timidez atrapalha até o ponto em que ela não permite que você se exponha, demonstre seus objetivos e suas características. Se você não se manifesta, não terá como ser avaliado. Não se esqueça de que em uma dinâmica de grupo ninguém além de você fará a sua propaganda. Trabalhe em pequenas situações diárias, procurando ao mesmo tempo proteger sua essência e nunca deixar de ser você mesmo. Como tudo na vida, pagamos preços por sermos verdadeiros, mas temos que acreditar que tudo tem seu lado bom e ruim e que somos passíveis de mudança quando se tem um objetivo a alcançar. Ser tímido pode atrapalhar às vezes, mas também pode trazer benefícios em algumas situações.

 

QUEM É MOZART AMAECING LANGBECK
Especialista em Desenvolvimento Profissional

Mozart Amaecing Langbeck é especialista em gestão de capital humano pela Deloitte Touche Tohmatsu, uma das maiores empresas do mundo de auditoria e consultoria. Possui mais de 20 anos de experiência técnica no desenvolvimento, implantação e administração de sistemas, estruturas e políticas de recursos humanos, em companhias nacionais e multinacionais de grande porte. É professor no departamento de Administração da Pontifícia Universidade Católica de Campinas e no Instituto Brasileiro de Pesquisa Sócio-econômica de Londrina. Mozart é bacharel em Administração de Empresas pela PUC – Campinas, pós-graduado em Gerenciamento de Recursos Humanos pela Don Bosco e Mestrando em Administração de Empresas e Gestão de Negócios pela UNISAL.

Esta matéria ajudou você?

+ 2 pessoas ajudadas
Topicos:

Comentarios