A procura do candidato ideal para suas vagas em aberto? Anuncie no Empregos.com.br[close]

Para sua Carreira.

Orientação e dicas para você atingir seus objetivos.



Modernidade empresarial depende da gestão
O consultor Francisco Higa explica como as empresas devem
se estruturar para o crescimento


De tempos em tempos ouvimos falar em modernização da gestão empresarial na organização X, retomada de negócios da empresa Y, ou ainda, implementação de novos processos na empresa Z. Mas como e quando devemos modernizar o modelo de gestão existente?

Para Francisco Higa, consultor em Gestão Empresarial e sócio fundador da TurnPoint - Consultoria em Gestão, a implementação de novos modelos de gestão está sempre ligada a fatores como mudanças na estrutura organizacional da empresa, aberturas de filiais, introdução ou retirada de linhas de produtos ou negócios, novas coberturas geográficas, crescimento acelerado de mercado, fusões, aquisições, etc.

"O cenário competitivo está em constante mutação e isso demanda a necessidade de um modelo de gestão robusto, porém flexível, capaz de permitir que a empresa possa se reposicionar rapidamente frente às novas condicionantes do mercado", comenta o consultor, que trabalha há quase 18 anos na área de gestão.

Segundo Higa, a modernização da gestão exige um minucioso estudo e planejamento, e é necessário que todas as áreas da empresa estejam alinhadas com seus objetivos estratégicos, para que essas consigam acompanhar as novas demandas.

Outra preocupação é dedicar esforços também junto aos parceiros e fornecedores da empresa, para que possam "dançar a mesma música". "Uma empresa hoje efetivamente não produz todo o material que necessita para seu consumo, então há necessidade de fazer com que seus fornecedores e parceiros consigam acompanhar o novo ritmo", defende Higa.

O grande desafio num processo de modernização da gestão é garantir o ritmo acelerado de crescimento sem destruir os valores, crenças e a força da marca conquistada ao longo da existência da empresa.

A modernização da gestão é a busca da inovação na gestão empresarial de forma a permitir o aumento da rentabilidade dos negócios. "Muitas vezes, os líderes das organizações confundem essa questão com 'corte de cabeças' e isso é um grande equívoco, pois, de uma forma geral, as organizações já estão bem enxutas e buscar a redução do quadro de profissionais ou dos salários mais altos para aumentar a rentabilidade da companhia pode significar a perda da qualidade do produto ou serviço e, conseqüentemente, ser o início do fim desse negócio", afirma o consultor.

Para ele, uma gestão moderna implica em ter agilidade na tomada de decisões para tornar rentáveis as atividades. "Deve-se inovar na forma de gerir o negócio, expandir para poder atender novos mercados sem sobrecarregar os colaboradores e, é claro, sem onerar demasiadamente o custo da folha de pagamentos", reforça Higa.

Ainda há outro ponto a ser considerado pelos gestores: é com relação às pessoas. Será que os colaboradores da empresa estão preparados para as mudanças que vão acontecer aqui? Será que os líderes têm a expertise requerida para gerir as equipes neste novo contexto? Estas são dúvidas que devem ser sanadas antes da implementação do projeto de modernização, a fim de evitar falhas no processo.

Essas mesmas perguntas devem ser feitas também aos fornecedores e prestadores de serviço da organização. "O êxito no processo de modernização não se resume ao desejo do empresário, que deve ter a preocupação de desenvolver e preparar os profissionais de sua empresa para assumir uma postura diferenciada diante do movimento do cenário competitivo", defende Higa.

"Somente o desejo de um técnico não garante a vitória, é preciso ter uma equipe bem preparada para a conquista do campeonato", finaliza o consultor.

 

 

 

 

 

 

 

Receba informações no seu e-mail sobre RH e o mundo corporativo