A procura do candidato ideal para suas vagas em aberto? Anuncie no Empregos.com.br[close]

Para sua Carreira.

Orientação e dicas para você atingir seus objetivos.



por Daniele Aronque

Formado em engenharia de produção, Gustavo Boog resolveu mudar o rumo de sua carreira e hoje é um dos consultores mais respeitados em sua área de atuação.

Trabalhando com competências organizacionais, gerenciais e individuais, ele é um dos precursores no uso de técnicas diferenciadas em seu trabalho de counseling, como a aplicação de florais de Bach e aromatização de ambientes.

Nessa entrevista que concedeu ao Empregos.com.br, o consultor fala sobre seu trabalho, as vantagens do equilibrio e do autoconhecimento e também das tendências para a área de gestão de pessoas.

Empregos.com.br - O que um engenheiro de produção faz trabalhando com RH? O que fez você mudar?
Gustavo Boog - Acho que a formação de engenheiro cobre muitas áreas, mistura muitas coisas. Tenho vários amigos que se formaram em engenharia junto comigo e também estão trabalhando com administração e Recursos Humanos. Não são só psicólogos e administradores que trabalham nessa área pois a gestão de pessoas é muito mais abrangente do que imaginamos.

Empregos.com.br - Como funciona seu trabalho na área de consultoria de competências?
Gustavo Boog -
Trabalhamos alguns programas diferenciados, como o ecotraining, um tipo de workshop conduzido diretamente na natureza onde habilidades essenciais ao sucesso são exercitadas e fortalecidas. Nossa consultoria ajuda as organizações em seus processos, como redefinição de políticas e estratégias, apoiando a construção das competências organizacionais, gerenciais e individuais, para potencializar a energia humana nas empresas.

Empregos.com.br - Qual as diferenças dessas três competências - a gerencial, organizacional e individual?
Gustavo Boog -
Cada organização deve ter definido o seu conjunto de competências. Essas três divisões nada mais são que os lugares, os níveis onde cada uma delas se aplica, ou seja, dimensões diferenciadas.

Empregos.com.br - Na sua opinião, como o autoconhecimento ajuda no desenvolvimento pessoal e profissional?
Gustavo Boog -
Acredito que é fundamental se conhecer, saber de seu valores e crenças pessoais para definir qual é seu tipo de comportamento, trabalho e relacionamento com os outros. Quanto mais o ser humano se conhece, mais completo ele se torna, e isso traz o equilíbrio e a estabilidade para a vida pessoal e para a vida profissional.

Empregos.com.br - Qual a melhor maneira de conciliar área profissional e pessoal?
Gustavo Boog -
Cada um de nós é uma pessoa única, que desempenha diferentes papéis em cada parte da vida. Somos um conjunto de crenças e valores que se manifestam de maneira diferenciada em cada situação. Não dá para esperar que uma pessoa que esteja passando por uma situação difícil na vida pessoal não deixe que sua vida profissional seja afetada, ou vice-versa. Por isso o equilíbrio é muito importante, quem diz que consegue separar completamente sua vida profissional da pessoal pode estar sofrendo de esquizofrenia!

Empregos.com.br - As dimensões social, profissional e pessoal estão sendo muito discutidas na área de RH. Como isso pode ser ou está sendo trabalhado nas empresas?
Gustavo Boog -
Hoje a empresa tem que estar preocupada não só com os resultados, mas também com a vida pessoal de seus funcionários, trabalhando com treinamento onde a empresa entenda mais a família e a família entenda mais a empresa.. Muitas já têm diversos programas que abordam esse aspecto e estão tendo ótimos resultados com isso, pois cada vez mais as organizações estão se conscientizando que a dimensão humana é o grande diferencial. Um mau gerenciamento prejudica muito o desempenho dos funcionários e é nesse sentido que as organizações estão mais preocupadas em trabalhar.

Empregos.com.br - Como você instituiu o uso de florais nos processos de counseling? As empresas não colocaram restrições?
Gustavo Boog -
Quando comecei a trabalhar com florais, mais ou menos há 7 anos, todos achavam que era loucura e que nunca daria certo. Com o passar do tempo conseguimos mostrar para as empresas que os florais eram um recurso maravilhoso e que ajudava as pessoas a encontrar seu ponto de equilíbrio com mais facilidade. Hoje, além dos florais, trabalhamos também com aromaterapia, que funciona não só com os indivíduos, mas também com o ambiente. Em geral, a primeira reação das pessoas é de desconfiança, mas depois de ver os resultados ficam bem animadas!