A procura do candidato ideal para suas vagas em aberto? Anuncie no Empregos.com.br[close]

Para sua Carreira.

Orientação e dicas para você atingir seus objetivos.



(01.09.08)
Voando alto com o RH
Guilherme Cavalieri, vice-presidente em Gestão de Pessoas da TAM, conta o que faz dele um dos 50 RHs mais admirados do Brasil

Por Renata Silva

Uma boa gestão caracteriza a qualidade de um profissional de RH. Assim definimos Guilherme Cavalieri, vice-presidente de Gestão de Pessoas e Conhecimento da TAM Linhas Aéreas, que foi escolhido um dos 50 gestores de Recursos Humanos mais admirados do Brasil em lista elaborada pela revista Gestão& RH, importante publicação do setor e parceira da Comunidade RH, do Empregos.com.br.

Em entrevista ao Empregos.com.br ele conta como administra sua carreira dentro do RH e os motivos que o levaram a ganhar o título oferecido pela revista. Além disso, Cavalieri fala da importância da gestão de pessoas em seu trabalho na TAM e ainda dá dicas aos novos profissionais de como gerir sua carreira para obter sucesso e reconhecimento. Confira o bate-papo abaixo e boa leitura!

Empregos.com.br - Como foi o início de sua carreira no RH?
Guilherme Cavalieri - Ao terminar o curso de Administração de Empresas, surgiu uma oportunidade de estágio na área de Treinamento e Desenvolvimento, numa época em que o RH não era um setor muito visado por novos profissionais. A partir daí, fiz minha carreira em RH. Não foi algo planejado desde o início da faculdade, foi meio por acaso. Mas foi um acaso muito providencial, pois acredito que tenho mais jeito para trabalhar em RH que em outras áreas, como Marketing ou Finanças, que têm maior preferência entre os estudantes de Administração.

Empregos.com.br - Por favor, conte um pouco de sua experiência profissional e as diferenças em gestão que encontrou nas empresas onde atuou.
Cavalieri - Após o início como trainee de RH, tive a oportunidade de trabalhar em diversas divisões na Gessy Lever (atual Unilever), como alimentos e produtos pessoais, tanto em áreas de staff, como treinamento e desenvolvimento e na linha de frente, como fábrica e relações industriais. Isto me proporcionou a oportunidade de, mesmo em uma única empresa, ter contato com diversos públicos que são atendidos pelo RH. Depois, passei a atuar em uma empresa de motores chamada Tritec Motors, uma joint venture entre a Chrysler e a BMW, onde tive contato com duas culturas bem interessantes e distintas de gestão: a norte-americana e a alemã. Posteriormente, fui para uma indústria farmacêutica, a Boehringer Ingelheim, com outra cultura - mais ligada à pesquisa e desenvolvimento de produtos, com funcionários que necessitam de uma formação elevada, pois fazem contatos com médicos e pesquisadores. Isto representa um desafio para a área de RH, que precisa prover especialização e conhecimento em uma empresa com grande concentração de PhDs e pesquisadores.

Empregos.com.br – Qual foi o ponto marcante em sua carreira?
Cavalieri - Esta minha trajetória em empresas de diferentes setores teve um impacto interessante na minha formação profissional, pois me proporcionou diversidade de experiências em áreas muito distintas. Isto é um dos fatores marcantes da minha carreira.

Empregos.com.br – Que desafio profissional enfrentou que possibilitou um grande aprendizado na sua profissão?
Cavalieri - Na verdade, cada situação tem o seu desafio peculiar. Mas o grande desafio na gestão de pessoas, independentemente da empresa, é não perder o rumo e o direcionamento necessários para a área de RH. E isso sempre mantendo a conexão necessária com as diversas estratégias e culturas dos principais negócios da empresa. O importante é ter crença no ser humano, desenvolver políticas de gestão de pessoas que sejam justas, ajudar a construir uma cultura ética nas organizações. Independentemente da cultura de onde você trabalha, isto tem que estar presente o tempo todo. Evidentemente, a forma e o ritmo para implantar processos e políticas de gestão precisam ser adaptados a cada setor de atividade.

Empregos.com.br - O que mais o encanta ao trabalhar em Recursos Humanos?
Cavalieri - A possibilidade de ajudar as empresas a crescer por meio do desenvolvimento das competências das pessoas.

Empregos.com.br - Como é trabalhar com gestão de pessoas? Quais são as principais dificuldades que um profissional de RH enfrenta?
Cavalieri - O principal desafio é fazer a conexão da área de RH com a estratégia de negócios da empresa. E este é um desafio duplo: para o profissional de Recursos Humanos, que muitas vezes não está preparado para este tipo de atividade, que consiste em fazer uma leitura completa do negócio, do setor de atuação da empresa, da concorrência; e é um desafio também para a organização, que precisa entender as novas funcionalidades da área de Recursos Humanos.

Empregos.com.br – Como um profissional de RH pode auxiliar um funcionário a crescer na carreira?
Cavalieri - A melhor maneira de o gestor de RH ajudar um profissional é potencializar o conhecimento de suas próprias qualidades e competências. Com isso, o funcionário poderá aproveitar melhor suas habilidades, no seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Empregos.com.br - Quais são as prioridades da sua gestão?
Cavalieri - Algumas coisas básicas devem ser priorizadas na gestão de pessoas, independentemente da cultura da empresa e do segmento de atuação. Uma conduta ética, com justiça e com eqüidade são valores que têm de estar presentes em qualquer gestão.

Empregos.com.br - Como é sua atuação na TAM? Quais os pontos fortes que o levaram, dentro desta gestão, a ganhar o prêmio da revista Gestão & RH?
Cavalieri - A atuação na Gestão de Pessoas da TAM atualmente tem como foco rever e adaptar os processos de RH à nova filosofia da empresa, implantada a partir da definição da nova visão e missão. No início de 2008, foi apresentada a conclusão de um trabalho de branding que resultou numa mudança de atitude em todos os níveis da empresa. Com isso, o RH precisou rever os processos de seleção de pessoal, criar novos processos de desenvolvimento e remuneração, planos de carreira, sempre de acordo com a nova missão e visão da empresa. Além disso, estão em desenvolvimento ferramentas que serão disponibilizadas aos gestores para lhes dar condições de promover avaliações periódicas e, conseqüentemente, desenvolvimento de suas equipes.

Empregos.com.br - Como foi ser reconhecido como um dos profissionais de RH mais admirados do Brasil?
Cavalieri - Não posso negar que fico orgulhoso por estar na lista dos 50 mais admirados de RH. Orgulho-me por estar ao lado de 49 nomes de prestígio e competentes colegas de RH. Essa eleição me dá uma motivação adicional de continuar ajudando o desenvolvimento das empresas, construindo uma área de RH forte e reconhecida, mas nunca esquecendo o meu papel de valorizar, nas organizações, a sensibilidade e a justiça social.

Empregos.com.br – Que dica daria para os profissionais de RH sobre o mercado de trabalho?
Cavalieri - A principal dica é que o RH não pode descuidar de sua própria capacitação técnica. Os profissionais da área devem ter condições de fazer um bom diagnóstico das necessidades da organização e oferecer ferramentas para a resolução dos principais problemas de capacitação. O profissional precisa entender o negócio como um todo, tem que compreender como funciona o mercado específico de atuação e ter visão sobre o operacional da atividade principal da empresa.

Empregos.com.br - Como vê a atuação do RH nas empresas nos próximos anos?
Cavalieri – O RH no futuro deve caminhar para uma atuação cada vez mais consultiva. As questões operacionais e transacionais estarão resolvidas por meio da tecnologia e de gestores cada vez mais capacitados para assumirem integralmente a liderança de suas equipes. Isso permitirá ao profissional de RH dedicar mais tempo às atividades de consultoria interna, ajudando, com o mesmo nível de competência, os demais executivos na gestão estratégica da empresa.


 

Receba informações no seu e-mail sobre RH e o mundo corporativo