A procura do candidato ideal para suas vagas em aberto? Anuncie no Empregos.com.br[close]

Para sua Carreira.

Orientação e dicas para você atingir seus objetivos.



O desafio do líder
por Carlos Hilsdorf*

Na era do Conhecimento, selecionar os profissionais certos e dar a eles as condições para maximizar o desenvolvimento e a utilização de seus talentos e competências torna-se tarefa prioritária das lideranças.

É claro que diante deste desafio surgem questões naturais e fundamentais:

•  Como escolher as pessoas certas?

•  Qual o perfil ideal?

•  Como reconhecer e desenvolver pessoas vencedoras?

•  Como superar os conflitos oriundos de pessoas diferentes frente a um objetivo comum?

Entre tantas outras, estas perguntas devem ser coerentemente respondidas para o sucesso das estratégias empresariais, que somente se tornam realidade por meio de seres humanos.

Para escolher o indivíduo certo devemos considerar: competência, pertinência e atitude. Assim, a pessoa mais adequada para um cargo/função será a que apresentar o maior resultado na equação competência + pertinência + atitude.

Competência + pertinência nos dizem se estamos colocando, tecnicamente, o profissional certo no lugar certo e atitude nos diz se estamos colocando nesta posição um profissional cujo comportamento (aspecto psicológico) vai trazer os resultados esperados. Muitos enganos ocorrem aqui, quando os aspectos comportamentais são relegados a segundo plano. Não é difícil encontrarmos um indivíduo tecnicamente adequado, mas emocionalmente despreparado, ocupando uma posição estratégica na organização, comprometendo gravemente os resultados.

Com respeito ao perfil ideal - que varia conforme os pré-requisitos de cada área -, uma vez atendidos, devem ser complementados por um profissional que possua: transparência, ética, humildade (não confundir com submissão) e senso de missão pessoal e profissional, um objetivo claro a atingir.

Já reconhecer pessoas vencedoras é uma arte que envolve muitas nuances. Em suma, considere que ela é, com freqüência, uma pessoa empreendedora e que se move em função de princípios e valores claramente estabelecidos. Uma pessoa vencedora reconhece que sucesso é um esporte coletivo e, por isso, sabe somar sua competência às de outros para atingir objetivos e sabe aceitar a competência dos outros na mesma direção. Em termos bem brasileiros: um vencedor joga bem sozinho e em equipe, mas compreende que apesar de confiar na sua capacidade individual, para conquistar um bom resultado na partida terá que contar com todos os seus companheiros. Em situações de definição prefere passar a bola para alguém em melhores condições de gol a partir para o preciosismo de um lance individual e correr o risco de comprometer o jogo. Já se não houver ninguém melhor posicionado, apesar de todas as dificuldades vai à frente em busca do gol!

A quarta pergunta resume o fundamental desafio da liderança: fazer com que indivíduos diferentes submetidos a uma visão compartilhada, trabalhem por um objetivo comum , buscando diminuir os aspectos negativos oriundos dos conflitos.

Observe que me refiro aos aspectos negativos dos conflitos porque também existem aspectos altamente positivos. É do conflito de idéias, às vezes, totalmente antagônicas que surgem as soluções mais criativas. O conflito é bom quando ocorre temporariamente no campo das idéias, mas é péssimo quando ocorre com freqüência no campo dos relacionamentos.

Um líder deve ser um mentor que, com seu exemplo e habilidade interpessoal, faça com que cada um dê o melhor de si em favor da realização do "sonho coletivo". Eis o verdadeiro desafio do líder.

* Carlos Hilsdorf é colunista do Empregos.com.br, economista, Conferencista, consultor, Pós-Graduado em Marketing, pesquisador do Comportamento Humano e autor do livro Atitudes Vencedoras.


Receba informações no seu e-mail sobre RH e o mundo corporativo