A procura do candidato ideal para suas vagas em aberto? Anuncie no Empregos.com.br[close]

Para sua Carreira.

Orientação e dicas para você atingir seus objetivos.



Qual o impacto do ERP na sua empresa?
por Camila Micheletti

Depende de como for a implantação do sistema. Sigla para Enterprise Resource Planning, ou apenas sistema de gestão integrada, o ERP tem a função de integrar todas as áreas da empresa e facilitar os processos. "É fundamental que toda a empresa esteja ciente da mudança, e o RH e as gerências de cada área devem interagir e colocar os funcionários a par de como está o processo. Assim, quando o usuário começar a usar o sistema, a mudança não será tão impactante", afirma Claudio Nottini, diretor de Recursos Humanos da RM Sistemas, empresa de sistemas de gestão empresarial especializada no fornecimento de soluções ERP.

Para reduzir o impacto e a resistência dos colaboradores, os especialistas recomendam muito treinamento, antes, durante e após o sistema estar implantado. É comum haver um pouco de resistência no início - faz parte de todo processo de mudança, não somente no caso do ERP, mas também quando a empresa decide mudar de endereço ou o diretor vai embora. O processo de implantação varia muito, dependendo do tipo de ERP e do tamanho da empresa, mas normalmente uma empresa grande leva de seis a oito meses para finalizar o processo, enquanto que numa organização de porte médio, a implantação pode levar cerca de três meses. "É preciso muita conversa e muito treinamento, caso contrário tudo pode ir por água abaixo. O ideal é envolver os funcionários logo no início, antes mesmo de começar a implantação. Resistência sempre existe, mas também não é o caso de sabotar o sistema", explica Hélcio Tessaro, gerente de planejamento de RH da Brasil Telecom.

A companhia telefônica não utiliza um único sistema de gestão - é um sistema para cada área, que funciona como uma plataforma única. "Optamos por pegar o melhor de cada sistema, então a gestão de RH ficou com a PeopleSoft, a parte financeira com a SAP e a parte de orçamentos com a Hyperion. Todos os programas conversam entre si, o que permite que haja uma integração dos sistemas, como se fosse provido por uma única empresa", afirma Hélcio.

Como em muitas empresas, na Brasil Telecom uma equipe - formada por profissionais de áreas estratégicas para o sistema, como o RH e Tecnologia - fica encarregada de minimizar o impacto e fazer o treinamento com os funcionários. "Em uma empresa como a nossa, que foi formada a partir de fusões com outras empresas, é fundamental que todos os setores falem a mesma língua. Além disso, com o ERP temos a certeza de que os dados são confiáveis e chegam até nós praticamente em tempo real", assegura o gerente de planejamento.

E para o gestor de RH, qual a principal vantagem do sistema ERP? "A partir do momento que recebo a informação, tenho maior poder para tomar decisões. Isso tudo é feito muito mais rápido do que se fosse em um sistema convencional", comenta Hélcio Tessaro. Para o diretor de RH da RM Sistemas, Cláudio Nottini, "o RH consegue delimitar metas e catalisar todos os pensamentos e processos da empresa". Nottini dá o exemplo de um software específico de RH da empresa, o RM Vitae, que reúne informações sobre os profissionais da organização, como as habilidades e competências que apresenta, cursos e eventos de que já participou e seu histórico profissional. "A partir desse sistema você passa a conhecer mais seus funcionários, podendo inclusive fazer treinamentos direcionados e identificar profissionais que podem estar com problemas pessoais ou no trabalho".

Trabalham na RM hoje 570 funcionários. Mas, com as facilidades que o ERP apresenta, é possível fazer todo o trabalho de Recursos Humanos com apenas três pessoas. "Para nós o ditado é: casa de ferreiro, espeto de ferro", brinca Claudio, fazendo uma analogia com o famoso ditado popular.

Reengenharia disfarçada?!

Nem todos os especialistas são totalmente favoráveis à implantação de sistemas de gestão integrada nas empresas. Luís Felipe Cortoni, psicólogo e sócio-gerente da Consultoria LCZ Desenvolvimento de Pessoas e Organizações, afirma que o grande benefício do ERP é ter todas as informações da empresa de forma compartilhada. "Se existe outra forma de fazer isso? Não sei", responde ele. Luís Felipe questiona: "Será que o ERP não é apenas uma reengenharia disfarçada"?

O psicólogo não nega os benefícios e atrativos do sistema, mas aconselha bastante cautela na hora da implantação. "Não se trata simplesmente de uma mudança no sistema de informação da empresa, que nos remeteria somente a preocupações de caráter técnico e financeiro, mas principalmente de uma mudança com forte impacto no comportamento e na rotina de trabalho dos usuários".

Ele acrescenta que, segundo pesquisas que realizou em empresas, muitos profissionais têm medo de perder o emprego e querem saber sobre o futuro, como os processos serão feitos com o novo sistema. "Além disso, o trabalho fica muito mais analítico, o que gera mais poder de decisão para os funcionários. Mais, ao mesmo tempo, o ERP também facilita a monitoração de erros, e qualquer falha pode ser facilmente identificada", analisa Cortoni.

O risco de ocorrer demissões realmente existe. De acordo com Paulo Bonin, líder de serviços da Senior Sistemas, empresa fornecedora de sistemas ERP, funcionários responsáveis por processos mecanizados podem estar com seus dias contados. "Neste caso, também é papel do RH tentar achar outras competências nessas pessoas, para assim realocá-las para outra área e evitar as demissões", considera ele.

Paulo também afirma ser fundamental adaptar o sistema à filosofia da empresa. "Há diversas formas de fazer o mesmo processo, por isso a empresa só deve implantar o ERP ou promover mudanças se isso for realmente necessário para seu desenvolvimento", esclarece.

O impacto pode ser bom - ou ruim. É tarefa dos líderes de equipe e da área de Recursos Humanos conscientizar sobre os reais benefícios e aplicações do sistema, que sem dúvida pode facilitar e muito a rotina da empresa, tenha ela 15 ou 1.500 funcionários.

 

Receba informações no seu e-mail sobre RH e o mundo corporativo