Para sua Carreira.

Orientação e dicas para você atingir seus objetivos.



Procurando emprego? Faça uma busca de vagas no maior site de Empregos do Brasil[close]

Curriculo

por Laerte Cordeiro

Pegunta

Mudanças e curso superior

Tenho 30 anos e desejo mudar de emprego, trabalho em uma importadora e não estou satisfeita com minhas funções, mas meu salario é satisfatório e visto que estamos em tempo de vestibular em minha cidade, minha dúvida é: não é muito tarde para iniciar uma faculdade e me empenhar no mercado de trabalho? Tenho chance ainda de conseguir um bom emprego mesmo não tendo faculdade? Quero me empenhar novamente no mercado mas tenho esta insegurança.

Obrigado
Flávia

Resposta

Prezada Flávia,
  
Mais importante do que saber se o mercado de trabalho acha que 30 anos já é uma idade “avançada” é você decidir o que quer fazer de sua vida.  Você diz que quer mudar de emprego e que não está satisfeita com suas funções, embora o salário seja satisfatório. Se imaginarmos que você vai trabalhar pelo menos mais uns 20 anos de sua vida – e se tudo correr bem até mais que isso – certamente há muito tempo para estudar e buscar seu desenvolvimento profissional. O que é importante é procurar a sua realização pessoal e ter em mente que quanto mais feliz consigo mesma estiver, tanto mais facilmente conseguirá sucesso na vida. 

Às vezes, nos acomodamos numa vidinha pacata e modorrenta, embalados por salários satisfatórios, até quando já não há mais tempo pra mudar.  O "empreguinho" está lá, o chefe é meio difícil mas dá para levar, a empresa é perto de casa, os colegas são "gente fina", então preferimos deixar como está pra ver como é que fica.  Sabe,  Flávia, o tempo passa e tudo vai ficando mais difícil, até a gente, muitas vezes, desistir.
 
Minha resposta clara e objetiva à sua primeira pergunta é que nunca é tarde para iniciar uma faculdade!  O que importa é o que você quer ser:  professora, arquiteta, advogada, contadora, engenheira ou o que? Se é pra fazer uma faculdade só para dizer que tem um diploma e colocar no currículo, sou contra! Agora, se você tem um objetivo de vida que a leva a este ou àquele caminho universitário e profissional, dirigido para que se sinta mais útil e feliz, não há barreira de idade. E se você for realmente dedicada ao campo que escolher e tiver um potencial que a leve a ser competente no que quer que faça, alcançará êxito.
 
Sua segunda pergunta sobre conseguir bons empregos mesmo sem faculdade, respondo que sim. Mas o que é um bom emprego?  Certamente será difícil uma colocação em empresa multinacional ou grande empresa, em nível técnico sênior, gerencial ou de direção. A falta de escolaridade é bloqueadora desse tipo de oportunidade. Mas em empresas menores, que não têm muita condição de trazer para seus quadros profissionais com alta formação curricular, mas que também oferecem bons empregos,  a inteligência, a dedicação, a aplicação ao trabalho e a capacidade de bem se relacionar com pessoas podem suprir a falta do curso superior.