Para sua Carreira.

Orientação e dicas para você atingir seus objetivos.



Ministério da Saúde oferece cursos de formação para profissionais de enfermagem

por Juliana Falcão

Estão abertas em todo o País, até o

dia 30 de setembro, as inscrições para o PROFAE (Projeto de Profissionalização dos Trabalhadores da Área de Enfermagem). Promovido pelo Ministério da Saúde, em parceria com as secretarias estaduais e municipais de saúde, os cursos gratuitos têm como meta profissionalizar todos os trabalhadores da área de enfermagem, ampliando assim sua formação e a qualidade dos seus serviços.

Segundo pesquisa realizada em 1999 pelo Ministério da Saúde, cerca de 225 mil trabalhadores no país desenvolvem atividades de enfermagem sem a qualificação profissional necessária. Assim, são contratados e recebem denominações diversas, como atendente de enfermagem, auxiliar operacional de serviços diversos, visitador de sanitários, entre outras. Desses, pelo menos 25 mil não concluíram o primeiro grau, condição mínima para a certificação profissional.

Serão oferecidos três modalidades de cursos:

  • Complementação do Ensino Fundamental - destinado aos trabalhadores da área de enfermagem que ainda não concluíram o primeiro grau. O curso possui duração máxima de 18 meses e funciona como Ensino Supletivo;
  • Qualificação Profissional de Auxiliar de Enfermagem - destinado aos profissionais que já concluíram o Ensino Fundamental, o curso tem duração de 1 ano. No final do curso, o aluno recebe o Certificado de Qualificação Técnica de Auxiliar de Enfermagem, que o habilita a exercer a profissão em qualquer lugar do País;
  • Complementação de Técnico em Enfermagem - destinado aos auxiliares de enfermagem que já concluíram o Ensino Médio e que trabalham com serviços de saúde de média e alta complexidade. A duração do curso depende da legislação estadual e o participante recebe o Certificado de Técnico de Enfermagem.

O PROFAE iniciou-se em julho do ano passado, cadastrando 128 mil trabalhadores - a região Sudeste apresentou o maior número de inscrições: 53.082. Para 2001, a estimativa é que a região Nordeste assuma a primeira posição, com cerca de 59 mil inscrições.

Os interessados em se cadastrar no projeto devem levar a carteira de identidade, de trabalho, PIS/PASEP e o endereço completo com CEP aos postos de inscrições. Informações sobre os locais de cadastramento podem ser obtidas pelos telefones (11) 3066-8833 ou 0800-7041447, ou ainda, pelo site www.saude.gov.br/profae