Para sua Carreira.

Orientação e dicas para você atingir seus objetivos.



Procurando emprego? Faça uma busca de vagas no maior site de Empregos do Brasil[close]

Valorize seus pontos fortes



E aprenda a disfarçar os fracos
durante a entrevista de emprego

Um dos momentos mais críticos no processo de seleção é a entrevista de emprego. É durante ela que podemos conquistar de vez a tão sonhada vaga ou colocar tudo a perder, muitas vezes por puro nervosismo. E uma das situações que mais mexe com os nervos do candidato é justamente quando o entrevistador pede para ele apontar quais são seus pontos fortes e, o pior, os fracos.

Para lidar com essa questão e se sair bem dela, é importante o candidato entender que ponto fraco não quer dizer necessariamente algo negativo ou um defeito grave. Seu ponto fraco pode representar tão somente uma característica que precisa ser desenvolvida, mais bem trabalhada.

Veja abaixo algumas dicas que podem lhe ajudar a se sair bem durante a entrevista:

  • Quando o selecionador pergunta sobre os pontos positivos, ele quer saber, de acordo com o seu ponto de vista, qual é o seu diferencial, o que tem de interessante que possa ser de substancial importância para a vaga. Aproveite essa oportunidade para fazer seu marketing pessoal. Liste anteriormente quais são suas características mais positivas, principalmente aquelas relacionadas ao seu trabalho.
  • Não tenha medo de falar sobre suas qualidades, achando que vai passar a imagem de pretensioso. Se você não mostrá-las ou falar sem muito entusiasmo, poderá não despertar o interesse do selecionador. No fim das contas, a forma como você fala é muitas vezes mais importante do que as próprias características que você cita.
  • Comente a respeito de seus pontos fracos somente se o entrevistador perguntar.
  • Ao falar a respeito deles, é fundamental a forma como você os coloca. Em vez de chamar de "defeitos" ou mesmo "pontos fracos", que parecem características negativas e imutáveis, uma boa idéia é utilizar o termo "pontos a desenvolver". Isso demonstra que você tem consciência da existência deles.
  • O mais importante é mostrar como você lida com seus pontos a desenvolver, não deixando que eles atrapalhem sua rotina de trabalho nem seu desenvolvimento profissional. O que importa é mostrar que você identificou um defeito e encontrou formas de lidar com ele, procurando melhorar sempre.
  • Ao citar um ponto fraco, fuja do clichê de apontar uma qualidade como sendo "defeito". Por exemplo, muitos candidatos diziam perfeccionistas quando questionados a respeito de um defeito. Antigamente, isso até funcionava, mas hoje os selecionadores não se deixam mais iludir por essa resposta.
  • Procure identificar algum ponto que você realmente julgue que precisa desenvolver. Você pode dizer que não gosta de rotina, por exemplo. Dependendo do trabalho, isso não é defeito. No entanto, se a rotina for importante para o bom andamento do trabalho a ser desenvolvido, você deve contrapor essa informação com outra, evidenciando o que tem feito para lidar melhor com essa sua característica.
  • O principal é demonstrar que você se conhece e que sabe exatamente em que sentido suas características serão positivas para a empresa e que sabe também como não deixar o que não é tão positivo assim atrapalhar o seu trabalho.

Boa sorte!

Deixe seu Comentário

Faça uma busca de vagas (escolha uma área ou busque o cargo desejado)

Buscar Emprego: