Para sua Carreira.

Orientação e dicas para você atingir seus objetivos.



Procurando emprego? Faça uma busca de vagas no maior site de Empregos do Brasil[close]

Minicurrículo: por que ele é importante



Confira as dicas para elaborar esse documento que ganha peso na internet

Criado automaticamente pelo sistema do Empregos.com.br , o minicurrículo é uma importante ferramenta tanto para o candidato quanto para o selecionador. Para o candidato porque ele é uma verdadeira vitrine, já que é um resumo do currículo e deve trazer informações atrativas e relevantes. Para o selecionador porque agiliza o processo de seleção, pois naquele pequeno espaço ele consegue identificar de maneira rápida os profissionais que lhe interessam e que podem ser chamados para o processo seletivo. Por isso é tão importante elaborar um minicurrículo atraente para o recrutador.

Mas será que você está sabendo tirar o melhor proveito do seu minicurrículo? Confira um modelo aqui e vamos às dicas para aperfeiçoá-lo.

Dados do minicurrículo:

  • Perfil profissional / Resumo das qualificações profissionais: preste muita atenção ao preencher este espaço, pois é nele que você deve descrever suas habilidades e valorizar suas conquistas. Inclua suas principais realizações de forma resumida e chame atenção para aquilo que você faz bem e, se possível, mencionar dados quantitativos de seus resultados. Para as empresas, as qualificações profissionais do candidato são itens decisivos para a contratação, o que torna fundamental que você as apresente de maneira atraente e diferenciada.
  • Cargos (3 opções): devem ser opções dentro da sua área de atuação e coerentes com sua experiência profissional. Ou seja, não adianta se almejar um cargo de diretoria se você só trabalhou como estagiário.
  • Salários (pretendido e mínimo desejado): você pode, ao invés de colocar um salário fixo, deixar o valor em aberto para gerar futura negociação com o recrutador ou, então, veja quanto o mercado está pagando para um profissional com o seu cargo e suas qualificações e calcule algo entre o que você gostaria de ganhar e o que pode aceitar.
  • Experiência profissional anterior: comece seu relato mencionando a empresa mais recente em que trabalhou e depois as anteriores, mas relacione apenas aquelas mais relevantes. De forma resumida, você pode mencionar também caso tenha supervisionado alguma área administrativa ou gerenciado equipes, citando sempre os resultados positivos.
  • Data de atualização: a data de atualização é um campo alterado automaticamente pelo sistema do Empregos.com.br sempre que você modifica o currículo completo. Normalmente, as empresas preferem currículos com datas de atualização recentes, pois é sinal de que o candidato se preocupa com o currículo, porque tem a iniciativa de acessá-lo para melhorá-lo ou adicionar informações.

Mais dicas:

  • Seja conciso e objetivo;
  • Coloque apenas as qualificações que realmente são necessárias para a área em que deseja atuar;
  • Não use gírias;
  • Não descuide do Português, cuidado com a ortografia e revise o texto. Você não precisa ser prolixo, pelo contrário, seja direto e claro, mas erros ortográficos irão depor contra todo o seu minicurrículo.

Depois de todas essas dicas, revise seu currículo e minicurrículo no Empregos.com.br e crie o hábito de sempre atualizar esses dois documentos, suas principais ferramentas na busca por uma nova oportunidade.

Boa sorte!

Matéria Relacionada:
Minicurrículo: sua vitrine pessoal na Internet

Faça uma busca de vagas (escolha uma área ou busque o cargo desejado)

Buscar Emprego:


Deixe seu Comentário