Para sua Carreira.

Orientação e dicas para você atingir seus objetivos.



Procurando emprego? Faça uma busca de vagas no maior site de Empregos do Brasil[close]

Recebendo ordens do chefe

Dosar pró-atividade e respeito à hierarquia é um grande dilema para parte dos profissionais

Da redação - Empregos.com.br

Recebendo ordens do chefe

“Faça o que eu mando!” Cuidado quando essa frase cai em você como uma bomba. Aversão à liderança pode colocar em risco seus resultados e, ainda pior, seu emprego.

Possuir capacidade para resolver problemas, coordenar pessoas, desenvolver estratégias em seu setor são atitudes válidas e desejadas. Mas há uma linha muito tênue entre isso e uma implantação de uma liderança paralela.

Os conflitos entre empregados e hierarquia são comuns, pois a relação entre pessoas em si é delicada. Normalmente a base do conflito são as exigências vindas do líder, que precisa ser acatado, e as do funcionário, que precisa ser reconhecido pelo que faz.
O problema é quando o colaborador quer fazer tudo do seu jeito e prefere fazê-lo passando por cima das regras.

Tudo do meu jeito
Se por um lado agir com certa independência é sinal de segurança, por outro pode ser o começo de um trabalho solitário.

Para o bom andamento de um setor e da empresa como um todo, a cada decisão é necessário consultar, perguntar, ouvir e acatar. Se isso vale para lideranças inteligentes, porque não valeria para os próprios funcionários?

Bater de frente não é a melhor opção. Você pode sem querer começar a agir da mesma forma, não escutando, nem percebendo o que acontece à sua volta. Pode até ser interpretado de uma maneira equivocada, passando por autoritário.

Para trabalhar em equipe existem regras a serem seguidas. Por essa razão o temperamento "mandão", muitas vezes aplicado nas empresas, passa a perder sua eficiência, já que para lidar com pessoas é necessário comunicação e flexibilidade. Respeitar o que precisa ser feito e ceder faz parte do trabalho e nem por isso significa omissão ou falta de personalidade, ao contrário, denota profissionalismo.

Melhore seu comportamento
Vale a pena ser flexível. Uma liderança inteligente é baseada no diálogo constante. Eliminar situações mal-entendidas, respeitar momentos difíceis tanto profissionalmente como da vida pessoal de cada um, faz parte dessa atitude.

Seja maleável e veja em que situação é melhor respirar, contar até dez ou resolver o que estiver incomodando.

Dicas para melhorar seu relacionamento dentro da empresa:

  • Escolha a melhor maneira para falar. Use a sensibilidade, às vezes, é melhor deixar o assunto "esfriar".
  • Feedback : dê e peça.
  • Saiba que nem sempre você está certo.
  • Se perceber uma liderança incompetente, não bata de frente, prefira decisões que contribuam com sua carreira.
  • Comprometa-se com seu trabalho.
  • Melhore a comunicação. A relação entre líder e funcionário tem que ser clara.
  • Elimine o "eu acho que", tenha certeza.
  • Respeite a hierarquia.
  • Tenha uma relação de competição saudável dentro da empresa.

É claro que em alguns casos não podemos colocar a culpa apenas no "gênio forte" do funcionário. Esse problema na maioria das vezes é uma resposta a toda uma rede de componentes que não vêm sendo bem gerenciados. Perdem-se talentos quando a liderança não é eficaz.

Agora, se esse não for o caso, pequenas atitudes, como autocrítica, perguntar para as pessoas com quem convive mais diretamente se está no caminho correto são boas saídas para que aos poucos esses ruídos possam ser solucionados.


Deixe seu Comentário

Faça uma busca de vagas (escolha uma área ou busque o cargo desejado)

Buscar Emprego: